Prisões

Ações de combate ao tráfico de drogas são realizadas em Caruaru

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 16/10/2017 às 15:40
NOTÍCIA
Leitura:

Delegados Diogo Victor, Nehemias Falcão e Sérgio Moura em coletiva de imprensa
Foto: Jailma Barbosa/TV Jornal Caruaru

A Polícia Civil divulgou nesta segunda-feira (16) duas ações realizadas pelo Departamento de Repressão ao Narcotráfico (Denarc) em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Segundo a polícia, 57% dos homicídios registrados no mês de setembro no Estado tiveram relação com o tráfico de drogas.

Mulher foi presa com quatro quilos de maconha e 100 porções da droga
Foto: divulgação/Polícia Civil

"As equipes estão coligadas com a equipe de homicídios, a equipe de plantão, sempre no sentido de haver esta integração da informação. Seja por parte da Delegacia de Homicídios, da Polícia Militar, dos agentes penitenciários", afirma o delegado Diogo Victor, titular do Denarc em Caruaru.

Na primeira ação divulgada, uma mulher de 47 anos foi presa e uma adolescente de 17 anos foi apreendida quando faziam entrega de maconha no bairro Boa Vista. De acordo com a Polícia Civil, com elas foram apreendidos quatro quilos de maconha e 100 porções embaladas para venda (big bigs).

A segunda ação foi realizada no bairro Santa Rosa, onde um jovem foi preso e dois menores de idade apreendidos. Eles foram encontrados com 500 gramas de crack e 119 pedras da droga, além de sacos e giletes, utilizados para embalar e preparar o entorpecente.

Denarc

O Denarc começou a atuar há pouco mais de um mês em Caruaru. Presidida pelo delegado Diogo Victor, a delegacia é a primeira especializada no combate ao tráfico de drogas no Interior do Estado. A primeira operação realizada pela nova delegacia, intitulada "Mandatum", aconteceu no início deste mês.

"Se restou constatado e diagnosticado que um grande percentual dos CVLIs aqui no município de Caruaru tinham como principal motivação o tráfico de drogas. As vítimas ou eram envolvidas diretamente com o tráfico ou eram consumidoras da droga. Diante disso, a Secretaria de Defesa Social deslocou uma equipe do Denarc em Recife para Caruaru", explicou o diretor integrado do Interior 1, delegado Nehemias Falcão.

Mais Lidas