Campeão

Paratleta de Pesqueira quebra recorde brasileiro no Salto em Altura

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 30/10/2017 às 11:21
NOTÍCIA
Leitura:

Jeohsah Santos (centro) consagrou-se campeão brasileiro do Salto em Altura na terceira etapa do Circuito Caixa Loterias, em São Paulo
Foto: reprodução/Facebook

O paratleta de Pesqueira, no Agreste de Pernambuco, Jeohsah dos Santos Bezerra, de 18 anos, consagrou-se campeão brasileiro do Salto em Altura (classe T44), no último sábado (28), na terceira etapa do Circuito Caixa Loterias, em São Paulo.

Além de garantir o ouro, Jeohsah quebrou o recorde brasileiro, atingindo a marca de 1,90 cm. Ele supera o recorde anterior, que pertencia a ele mesmo, de 1,85 cm, atingido durante a Paralimpíada Rio 2016. O paratleta também conquistou o terceiro lugar no Salto em Distância.

"Queria dedicar essa nova conquista para todos vocês que torcem por mim, muito obrigado mesmo, vocês são uns dos maiores MOTIVOS para que eu faça o que eu faço, que me apoiam e tiram um tempinho para mim, seja para torcer, mandar uma simples mensagem e etc. Grato e essa conquista é nossa!", escreveu Jeohsah em uma rede social.

Glébia Galvão, treinadora de Jeohsah, ficou orgulhosa
Foto: reprodução/Facebook

A treinadora de Jeohsah, Glébia Galvão, ficou orgulhosa com a conquista. "É um sentimento de dever cumprido, é um caminho que a gente vai percorrendo e no final dá certo, vale a pena todo o esforço. Ele treina direitinho, é focado e é promessa de ser um dos melhores do mundo", afirma. As próximas competições para as quais o atleta irá se preparar são as três etapas do Campeonato Brasileiro, o Sul Americano e o Norte-Nordeste.

Circuito Loterias Caixa

O Circuito Loterias Caixa é organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro e patrocinado pelas Loterias Caixa. O circuito é considerado o mais importante evento paralímpico nacional de atletismo, halterofilismo e natação.

O circuito é composto por quatro fases regionais e três nacionais, e tem como objetivo desenvolver as práticas desportivas em todos os municípios e estados brasileiros, além de melhorar o nível técnico das modalidades e dar oportunidades para atletas de elite e novos valores do esporte paralímpico do país.

Mais Lidas