Cuidados

Novembro tem clima quente e seco no Agreste de Pernambuco

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 09/11/2017 às 10:46
NOTÍCIA
Leitura:

Clima esquentou no Agreste de Pernambuco
Foto: reprodução/TV Jornal

O trimestre novembro, dezembro e janeiro é considerado um dos mais secos no Agreste de Pernambuco. Neste período, são registradas as maiores temperaturas nos municípios. Em média, chove 89 mm neste semestre na região.

Já no Sertão, esta é a pré-estação chuvosa, quando ocorrem pancadas de chuvas isoladas. A previsão é de 196 mm de precipitação no período.

De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), nestes três meses a umidade relativa do ar pode ficar abaixo de 20% no Agreste e Sertão, o que pode provocar até riscos à saúde.

Segundo o meteorologista Tiago do Vale, um sistema meteorológico chamado "alta subtropical" faz com que as nuvens não sejam formadas nesta época, o que causa o recebimento de grande aporte de radiação.

"A umidade média, desde o Sertão a parte do Agreste, está entre 15 e 30%. Além disso, é comum que neste mês [novembro] ocorram temperaturas de até 37°C no Sertão. No Agreste, estas temperaturas estão chegando aos 35°C, o que causa um grande desconforto térmico e um aumento na sensação de calor para estas duas regiões", explica o meteorologista.

Confira os principais cuidados com as mudanças de clima, na reportagem do "TV Jornal Manhã", da TV Jornal Interior:

Mais Lidas