Confronto

Três suspeitos de assalto morrem após troca de tiros em Cachoeirinha

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 17/11/2017 às 7:59
NOTÍCIA
Leitura:

Suspeitos teriam roubado um caminhão na BR-232
Foto: divulgação/Polícia Militar

Três suspeitos de assaltar o motorista de um caminhão morreram após trocar tiros com a Polícia Militar em Cachoeirinha, no Agreste de Pernambuco, nessa quinta-feira (16). Um quarto suspeito foi preso e um quinto está foragido.

De acordo com a Polícia Militar, um motorista de 52 anos trafegava pela BR-232 quando foi abordado por quatro homens armados em um carro. O caminhão da vítima foi localizado na BR-423, quando seguia em direção a Lajedo. O veículo estava sendo conduzido por um homem identificado como Douglas Tomé, 37 anos. Ele foi preso e o motorista, liberado.

Em seguida, as equipes localizaram o carro que participou do assalto, próximo a Cachoeirinha. No veículo havia quatro homens, que tentaram fugir entrando em um matagal. Os ocupantes do carro desembarcaram e se esconderam na vegetação. Segundo a PM, eles chegaram a efetuar tiros contra os policiais, que revidaram os disparos.

Inicialmente, os homens conseguiram fugir. Já no fim da tarde, a polícia recebeu informações de que os suspeitos estavam na estrada da Linha Velha de Telégrafo, ainda em Cachoeirinha. Uma segunda troca de tiros foi registrada, em que os quatro criminosos foram baleados.

Dois revólveres calibre 38 foram apreendidos
Foto: divulgação/Polícia Militar

Suspeitos morreram

Três deles foram levados para o hospital municipal, onde não resistiram aos ferimentos e faleceram. Eles foram identificados como João Paulo Cordeiro dos Santos, 22 anos, Levson Diego Leite Pereira, 22, e Júlio César do Monte Nascimento, 19. O quarto homem conseguiu fugir.

No local da troca de tiros, a polícia apreendeu dois revólveres calibre 38; um com cinco munições deflagradas e outro com quatro deflagradas e uma intacta. O caso foi registrado na Delegacia de Plantão de Belo Jardim, para adoção das medidas cabíveis.

Mais Lidas