Aedes aegypti

Drone fará mapeamento para identificar focos de mosquitos em Caruaru

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 20/11/2017 às 11:13
NOTÍCIA
Leitura:

Aedes aegypti é transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus
Foto: arquivo/Agência Brasil

Começou nesta segunda-feira (20) um mapeamento através de drone para identificar locais onde há suspeitas de focos do mosquito Aedes aegypti em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. O mosquito é transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus. A ação é realizada pela Gerência de Limpeza Municipal, Defesa Civil e Vigilância Sanitária.

O objetivo do mapeamento é captar casas com reservatórios de água abertos e piscinas abandonadas ou sem tratamento adequado, para realizar um trabalho rigoroso no combate à dengue. A identificação tem previsão de uma semana. Após este período, o Departamento de Vetores, da Vigilância Sanitária, irá entrar em campo para acabar com focos de muriçoca e mosquitos.

De acordo com a Secretaria de Serviços Públicos, está sendo realizada a limpeza do Rio Ipojuca, com a remoção das baronesas e utilização de inseticida específico para o local, assim como nos canais, diariamente. Segundo a prefeitura, os cuidados com as residências serão feitos durante todo o verão.

Mais Lidas