Saldo positivo

Caruaru cria novos empregos pelo 7º mês seguido, diz Caged

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 21/11/2017 às 10:48
NOTÍCIA
Leitura:

De abril até outubro, já foram criados 1.231 novos postos de trabalho em Caruaru
Foto: Rafael Neddermeyer / Fotos Públicas

Seguindo a tendência nacional, a cidade de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, registrou aumento na geração de empregos pelo 7º mês seguido, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). No mês de outubro, foram criados 205 novos postos de trabalho. O número corresponde à diferença entre a quantidade de admissões e demissões.

De abril até outubro, já foram criados 1.231 novos postos de trabalho na cidade. No mesmo período de 2016, Caruaru registrava desemprego intenso, com a desativação de 1.748 postos de trabalho. Os setores que mais contrataram na Capital do Agreste foram a indústria, com criação de 478 postos; serviços, com 379 e o comércio, com 188.

Segundo o auditor fiscal do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) Francisco Reginaldo, a tendência positiva deve se intensificar nos dois últimos meses do ano, por causa do aumento da produção na indústria; o aumento do consumo no varejo; a geração de empregos temporários; e, principalmente, porque a economia voltou a reagir, estimulando a geração de novos postos.

Pernambuco foi 3º estado que mais gerou empregos

Pernambuco foi o terceiro estado que mais gerou empregos em todo o Brasil, atrás de Alagoas e São Paulo. Em outubro, foram 36.056 admitidos com um saldo de 8.718 novos empregos formais (crescimento de 0,70%). O resultado confirma a tendência de recuperação do mercado de trabalho local, iniciada em junto deste ano. Os setores de maior demanda foram a indústria da transformação, agropecuária (sob a influência da agroindústria canavieira), serviços e comércio.

Os municípios pernambucanos que mais geraram novos postos de trabalho em números percentuais foram Ribeirão, com 371 novos postos de trabalho, seguido por Água Preta (+ 99), Barreiros (+239), Sirinhaém (+522) e Moreno (+356).

Mais Lidas