Crime

Travesti suspeita de furtar igreja é presa em Santa Cruz do Capibaribe

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 06/12/2017 às 8:13
NOTÍCIA
Leitura:

Câmeras de segurança flagraram a ação, registrada na manhã dessa terça-feira (5)
Foto: reprodução de vídeo

A travesti suspeita de furtar a Paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco, foi presa nessa terça-feira (5) na cidade. Ela teria cometido o crime pela manhã.

Imagens das câmeras de segurança da igreja mostram quando a travesti entra no local com uma sacola na mão e vai até o altar. A suspeita coloca as sacolas em um banco e observa a movimentação do local. Em seguida, aproxima-se da imagem e enrola a santa com um pano. Ela coloca a imagem na sacola e foge do local.

Além da imagem da santa, foram levados um manustérgio, um purificatório, e uma toalha que cobria a credência, que é o local onde ficam os objetos utilizados na celebração. A paróquia estava vazia no momento do crime. Havia apenas um funcionário na secretaria, mas ele não viu a ação.

Prisão

De acordo com a polícia, a travesti de 35 anos foi presa e os objetos furtados foram recuperados. Ainda segundo a polícia, ela já havia furtado a mesma paróquia, em agosto deste ano. Na ocasião, a coroa da imagem de Nossa Senhora Aparecida foi furtada. O caso foi registrado na Delegacia de Santa Cruz do Capibaribe.

O padre Antônio Márcio enviou um vídeo à TV Jornal Interior relatando como aconteceu o caso. Confira:

Mais Lidas