Saúde

Simepe solicita interdição da Casa de Saúde Bom Jesus

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 19/01/2018 às 10:07
NOTÍCIA
Leitura:

Reunião discutiu problemas que envolvem o atendimento às gestantes na maternidade.
Foto: Divulgação

Em reunião com o corpo clinico da Casa de Saúde Bom Jesus o Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe), solicitou ao Conselho Regional de Medicina do estado (Cremepe) a interdição ética da unidade nesta quarta-feira (18) em Caruaru, no Agreste do Pernambuco, De acordo com o diretor do sindicato, Paulo Maciel, essa interdição é quando há proibição dos médicos de atender os pacientes. Ainda nesta semana a unidade apresentou problemas no teto e teve o bloco cirúrgico interditado. 

Preocupados com o protocolo de fluxo de atendimento, os médicos propõem que os partos cesáreos sejam transferidos e que a gestão viabilize dentro da unidade uma sala de cirurgia temporária para eventuais emergências que decorram do parto normal. Assim o serviço poderá manter o atendimento às gestantes de baixo risco. Casos que necessitem de cirurgia não emergencial serão transferidos para unidades adequadas.

Em nota, o Simepe espera que a proposta seja aceita pela Secretaria de Saúde de Caruaru e que os médicos do município possam prestar o atendimento adequado às gestantes. A nota diz ainda que a resolução definitiva só ocorrerá após as obras de infraestrutura necessárias na unidade, e que vão seguir vigilantes quanto ao prazo de término da mesma.

Mais Lidas