Saúde

Saiba como tratar a hanseníase

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 25/01/2018 às 9:50
NOTÍCIA
Leitura:

Em Caruaru, o atendimento inicial é feito nos postos de saúde.
Foto: reprodução/TV Jornal

A hanseníase, antigamente conhecida como lepra, é causada por uma infecção com a bactéria mycobacterium leprae, que afeta principalmente a pele, os olhos, o nariz e os nervos. Os sintomas incluem manchas claras ou vermelhas na pele com diminuição da sensibilidade, dormência e fraqueza nas mãos e nos pés. A doença pode ser curada com 6 a 12 meses de terapia com vários medicamentos. O tratamento precoce evita deficiência.

No ano de 2016 pernambuco registrou cerca de 1.856 Casos de hanseníase. Já em 2017, 2.186 Casos foram notificados em todo o estado. Em Caruaru, o cenário é de redução. Em 2016 foram registrados 27 pessoas com hanseníase, mas em 2017 o número fechou em 13 casos.

Em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, o atendimento inicial é feito nos postos de saúde e em seguida encaminhado ao Centro de Saúde Amélia Pontes para receber o tratamento.

Veja na reportagem exibida no "TV Jornal Manhã", da TV Jornal Interior:

Mais Lidas