História de amor

Após quase 50 anos juntos, idosos realizam sonho de casamento

Elton Braytnner
Elton Braytnner
Publicado em 01/02/2018 às 17:30
NOTÍCIA
Leitura:

Casamento aconteceu na igreja onde a a noiva congrega.
Foto: Arquivo pessoal

Quarenta e nove anos: esse foi o tempo que a aposentada Eleusina Gonçalves da Silva, de 68 anos, teve que esperar para realizar o sonho de se casar. A companheira de José Noé Vieira, de 69, exercitou muito a paciência após algumas recusas para o pedido de casamento. Seu José seguia recusando os convites até mudar de ideia recentemente.

Foi um sonho realizado que eu pedi muito a Deus durante toda minha vida

Eleusina Gonçalves da Silva

Dona Eleusina lembra muito bem de quando conheceu o companheiro. Segundo ela, o pai de José Noé trabalhava na mesma fazenda que o pai dela. Por conta da proximidade das famílias, Eleusina e José se conheceram e começaram a passar muito tempo próximos. Cresceram juntos e quando jovens, em 1969, iniciaram um namoro. O relacionamento seguiu firme e forte. O tempo passou, e da união, seis filhos foram gerados.

Morando no Alto do Moura, bairro de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, o casal enfrentou muitas dificuldades. Além da situação financeira, o desafio de criar os filhos fez com que eles deixassem de lado a oficialização do casamento. Enquanto a vida avançava, a união matrimonial não acontecia.

União foi oficializada após quase 50 anos de relacionamento
Foto: Arquivo pessoal

E durante essa caminhada, Eleusina pedia várias vezes para se casar; José sempre recusava. Trabalhar para sustentar a família tinha se tornado a prioridade. O sonho da matriarca da família parecia que não iria se realizar. Porém, após mais de quatro décadas, o aposentado resolveu mudar de ideia. Não importa quanto tempo se passou: era hora de casar. No último dia 22 de janeiro, no aniversário dele, o tão sonhado pedido de casamento aconteceu.

Faltando quatro dias para o aniversário, ele decidiu que daria o "sim" que sua companheira esperava. Para isso, José contou com a ajuda de dois dos seus filhos e duas netas para organizar a surpresa. Quem organizou a cerimônia foi Edson, um dos filhos do casal, que é pastor da Igreja Evangélica Petencostal Assembléia da Graça de Deus. Já as netas Thalita Simone e Talia, contaram com a ajuda da mãe, Roseli, para comprar o vestido de noiva. Estava tudo pronto.

O pedido 

Eleusina pensava que a festa de aniversário do companheiro seria como tantas outras: família reunida, comida na mesa e um bolo com velas. Tudo seguia normalmente quando o momento aconteceu. Após os parabéns, José Noé perguntou a Eleusina se ela queria casar com ele. Surpresa, ela questionou se teria que ser naquele momento. Ele disse que sim, e ela também. O pedido surpreendeu a todos da família. A maioria também não esperava que isso fosse acontecer. Mas a ficha só caiu quando ela recebeu um presente. Ao abrir a sacola, viu que havia um vestido de noiva. Alegre, abraçou o homem que seria seu marido minutos depois.

Saindo de lá, foram direto para a igreja e o tão sonhado casamento aconteceu. O pastor e filho do casal, Edson Fernandez, de 42 anos, acredita que foi um momento único. "Uma benção participar do casamento. Foi uma honra", explica. A união que já durava 49 anos, agora era renovada com um compromisso.

Sobre o momento, Eleusina sabe o que representa. "Foi um sonho realizado que eu pedi muito a Deus durante toda minha vida", explica. Para ela, agora é o momento de desfrutar. "A gente se preocupou com a criação dos filhos, casamento dos filhos e agora estamos sozinhos. Paramos um pouco e chegamos no momento em que eu mais queria na vida", revela. Seu José é mais tímido, mas sabe o que fez. Ele também tinha o sonho de se casar. "Valeu a pena, quis fazer uma surpresa e estou achando bom", avalia. Thalita, de 17 anos, pertence à nova geração da família. Ela foi uma das cúmplices no plano do avô. "Ver minha vozinha entrando na igreja como ela sempre sonhou foi uma alegria que transbordou pelos olhos", diz.

Mais Lidas