Denúncia

MPPE entra com ação para investigar contratação irregular de construtora em Caruaru

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 16/03/2018 às 11:17
NOTÍCIA
Leitura:

Segundo o MPPE, a gestão municipal teria contratado uma construtora no valor de R$ 1,17 milhão.
Foto: reprodução/TV Jornal

O Ministério Público de Pernambuco, entrou com uma ação contra a Prefeitura de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, com o fim de apurar denúncia de contratação irregular de veículos, tratores e mão de obra, através de uma empresa que agia em benefício de particulares, configurando nepotismo. O inquérito foi instaurado por ação do promotor de Justiça Marcus Alexandre Tieppo. Segundo o MPPE, a gestão municipal teria contratado uma construtora no valor de R$ 1,17 milhão.

O inquérito aponta que o município teria celerado contratos de locação de 14 veículos tipo pipa e caçamba. Segundo denúncia, os preços seriam muito altos e visavam atender familiares do marido da prefeita municipal, entre demais irregularidades que acabam se tornando objeto de procedimento investigatório distinto.

Dentre outras irregularidades, o MT apurou que a empresa contratada pela Prefeitura sequer possuía funcionário nem tampouco veículo no momento da assinatura do contrato para prestar os serviços. O município pagou pelos serviços irregulares e que não foram efetivamente prestados, importando assim em enriquecimento ilícito dos postulados.

A contratação da empresa Construtora J.M.V LTDA-ME, segundo denúncias, teria custado R$ 1.170.000,00. O contrato teria propósito de favorecimento de particulares, foi celebrado com a empresa sem capacidade técnica para a execução dos serviços almejados.

Por meio de nota, a Prefeitura de Caruaru informou que não foi notificada para se manifestar sobre os citados processos judiciais, mas reafirma o compromisso de transparência e lisura nos processos e procedimentos realizados pela prefeitura. Somente após a notificação é que irá se manifestar sobre o assunto.

Mais Lidas