Alô?

Repórter testa orelhões de Caruaru para saber se funcionam

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 06/04/2018 às 15:15
NOTÍCIA
Leitura:

Repórter conferiu de perto a situação dos orelhões da cidade.
Foto: reprodução/TV Jornal

Consumidores de 12 estados, incluindo Pernambuco, continuarão a fazer ligações locais e de longa distância nacionais de forma gratuita a partir de orelhões da Oi. As chamadas para telefones fixos e celulares não serão cobradas durante os próximos seis meses, ou seja, até 30 de setembro.

A medida é continuidade de uma punição aplicada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) à Oi em outubro de 2017, após uma fiscalização realizada em agosto do mesmo ano pela agência reguladora que verificou, nesses estados, que o nível de orelhões em condições de operação não atingiu os patamares estabelecidos pela agência reguladora.

Mas será que na prática isso funciona? A Repórter da TV Jornal Interior, Jailma Barbosa, foi até as ruas de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, para ver a situação dos orelhões.

Confira:

Mais Lidas