Indignação

Mototaxistas tapam buracos na PE-160 em Santa Cruz do Capibaribe

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 18/04/2018 às 8:39
NOTÍCIA
Leitura:

Categoria e entidades fizeram uma nota de repúdio para enviar ao Governo do Estado sobre os impactos causados na economia da cidade por causa da situação PE-160.
Foto: Reprodução/TV Jornal

A equipe de reportagem da TV Jornal esteve em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco, para conversar com mototaxistas e com representantes de entidades de classes também. Porque entidades como a CDL, Fiepe, Sindloja e o próprio Moda Center, fizeram uma nota de repúdio para enviar ao Governo do Estado sobre os impactos causados na economia da cidade por causa da situação PE-160.

Veja na reportagem exibida no "TV Jornal Notícias", da TV Jornal Interior:

A produção da TV Jornal tentou por diversas vezes, por telefone, e-mail, um contato com a assessoria do DER, mas infelizmente a equipe não atendeu as ligações, nem respondeu aos e-mails. A última nota que eles enviaram no dia 10 deste mês dizia que: Conforme o novo cronograma de serviços deste semestre, está previsto para o próximo mês de maio, o reinício das obras de restauração e duplicação da rodovia pe-160, no trecho que vai do entroncamento com a BR-104, no distrito de pão de açúcar, em Taquaritinga do Norte, até o perímetro urbano de Santa Cruz do Capibaribe, com extensão de 12 quilômetros, de acordo com as condições climáticas da região. A previsão é que as obras sejam totalmente concluídas no segundo semestre deste ano de 2018. 

Mais Lidas