Medida protetiva

Mulher agredida pelo ex-companheiro em Bonito continua a receber ligações dele de dentro do presídio

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 26/04/2018 às 10:34
NOTÍCIA
Leitura:

O ex-marido da vítima, que está preso, ligou de dentro da penitenciária e pediu para que ela não comentasse com ninguém sobre a ligação.
Foto: reprodução/TV Jornal

No último dia dez deste mês, a apresentadora Izabela Barbosa, da TV Jornal Interior esteve na cidade de Bonito, no Agreste de Pernambuco, para conversar com Jessica Maria. Ela foi brutalmente espancada pelo ex-companheiro que não se conformava com o fim do relacionamento.

Jéssica estava saindo de casa, quando foi surpreendida pelo ex marido que a derrubou da moto e a espancou a pedradas. Depois de ter batido nela por cinco vezes, ele ainda voltou e deu uma última pedrada. Com ferimentos graves, ela foi encaminhada para o Hospital da Restauração do Recife,onde passou 15 dias internada.

Após o caso ter chegado à imprensa e ganhado repercussão em todo o estado, a família do agressor passou a mandar recados para a vítima, através de amigos em comum.

O ex-marido da vítima, que está preso, ligou de dentro da penitenciária e pediu para que ela não comentasse com ninguém sobre a ligação. Ele ainda pediu para que Jéssica retirasse a queixa, pediu perdão e ainda disse que a amava. Mas os indícios de ser uma pessoa violenta já eram demonstrados mesmo quando eles estavam juntos. No início da separação, ela recebeu alguns áudios com ameaças.

De acordo com o advogado Glebson Bezerra, a medida protetiva relacionada a Lei Maria da Penha, deve ser aplicada a esses casos específicos. Mas para isso, é importante que a vítima sinalize a necessidade durante o depoimento na delegacia.

Veja na reportagem exibida no "TV Jornal Notícias", da TV Jornal Interior:

Mais Lidas