Abastecimento

Rodízio de Caruaru pode ser reduzido após Barragem do Prata sangrar

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 02/05/2018 às 12:15
NOTÍCIA
Leitura:

Barragem do Prata começou a sangrar nesta quarta-feira (2)
Foto: divulgação/Compesa

O rodízio de abastecimento de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, pode ser reduzido após a Barragem do Prata, que fica em Bonito, sangrar, na manhã desta quarta-feira (2), e a de Jucazinho, localizada em Surubim, sair do volume morto. De acordo com a Companhia Pernambucana de Abastecimento (Compesa), serão realizados estudos técnicos para viabilizar a redução do rodízio até o São João.

Segundo a Compesa, o Prata está com 42 milhões de metros cúbicos, capacidade máxima, e Jucazinho superou o volume morto e está com 5,89% da capacidade (19,2 milhões de metros cúbicos). Jucazinho estava em colapso desde setembro de 2016 e a expectativa é de que o nível do manancial suba ainda mais até o fim do inverno, no mês de julho.

No início de junho, o abastecimento de Riacho das Almas, Cumaru e Passira, atualmente atendidas pelo Sistema Prata/Pirangi, deve ser retomado pelo Sistema Jucazinho. De acordo com a Compesa, técnicos estão em campo para reativar as estações elevatórias (bombeamento) que integram o Sistema. Cinco destas unidades ficam situadas no Tramo-Sul, entre a Barragem de Jucazinho e o município de Caruaru, e outras duas estações no Tramo-Norte, sentido Toritama.

O trabalho está sendo realizado inicialmente nas Estações Elevatórias 1 e 2, próximo ao manancial. No último fim de semana, a Celpe liberou o uso de energia e foram iniciados os primeiros testes nos conjuntos motobombas. A Compesa ainda realiza os serviços elétricos, hidráulicos e mecânicos nos equipamentos do Sistema. Ao todo, estão sendo investidos cerca de R$ 800 mil para reativar o Sistema Jucazinho.

Abastecimento garantido até 2019

Com o Prata cheio, o abastecimento de Caruaru está garantido até o fim de 2019. O Sistema Prata/Pirangi é responsável pelo abastecimento de dez municípios da região: Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe, Toritama, Agrestina, Altinho, Ibirajuba, Cachoeirinha, Cumaru, Passira e Riacho das Almas. A última vez que a Barragem do Prata sangrou foi em julho do ano passado, após sete anos de seca e uma fase de pré-colapso.

Mais Lidas