Investigação

Ossada achada em Caruaru pode ser de mulher desaparecida desde 2017

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 14/05/2018 às 9:29
NOTÍCIA
Leitura:

Helena Josefa da Silva, 58 anos, está desaparecida desde dezembro do ano passado
Foto: arquivo pessoal

Uma ossada humana que foi encontrada na semana passada em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, pode ser de uma auxiliar de serviços gerais que está desaparecida desde o dia 6 de dezembro do ano passado.

Helena Josefa da Silva, 58 anos, saiu de casa dizendo que iria para o trabalho, em uma escola municipal no bairro Maria Auxiliadora, mas nunca chegou lá, nem retornou para a residência. A mulher deixou o celular e os documentos pessoais em casa, o que preocupou a família. O filho dela prestou queixa do desaparecimento na delegacia.

Ossada foi encontrada durante uma escavação em uma serralheria
Foto: reprodução/TV Jornal

O caso está sendo investigado pelo delegado Alberes Costa. De acordo com ele, o filho da vítima foi acionado e deverá ir ao Instituto de Medicina Legal (IML) do Recife para que o material genético possa ser colhido.

Exames de DNA serão realizados com a ossada encontrada para tentar identificar a vítima. "[A ossada] foi encontrada nas proximidades onde ela desapareceu, então existe a possibilidade concreta de que seja", afirmou o delegado. Ainda não há informações sobre a causa da morte.

Mais Lidas