Aniversário de Caruaru

Feira de Caruaru é patrimônio da cidade e movimenta milhões por semana

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 18/05/2018 às 9:26
NOTÍCIA
Leitura:

Parque 18 de Maio abriga várias feiras em Caruaru
Foto: Jefferson Nascimento/TV Jornal Interior

Falar na feira de Caruaru é lembrar da bela música de Onildo Almeida eternizada na voz de Luiz Gonzaga e não tem como não associar ao São João. Mas a feira é patrimônio cultural, ponto turístico e uma das principais fontes de renda do município. São milhares de comerciantes que sustentam a família com os negócios fechados no Parque Dezoito de Maio. O espaço ganhou este nome porque recebeu a feira no dia do aniversário de Caruaru.

Na época, a feira ficava perdida na imensidão da área. O tempo passou e agora foi o espaço que ficou pequeno. Não é para menos, ele abriga a Feira da Sulanca, Feira de Artesanato, Feira de Importados, Feira Livre, entre outras. Só a Sulanca movimenta R$ 40 milhões por semana, com uma média de 30 mil compradores. Número alto, mas maior ainda é a energia das pessoas que trabalham por lá. É uma mistura de determinação, dedicação, gratidão.

Suedilson Ferreira é um deles. Comerciante da feira de artesanato, reconhece a sua importância para a economia da cidade e considera a feira acolhedora para quem gosta de trabalhar.

Confira no vídeo:

 

Mais Lidas