Polícia Civil

Duas operações são deflagradas para desarticular quadrilhas no Agreste

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 22/05/2018 às 7:59
NOTÍCIA
Leitura:

Operação Barra Azul está sendo realizada no Agreste
Foto: divulgação/Polícia Civil

Duas operações de repressão qualificada foram deflagradas na manhã desta terça-feira (22) com o objetivo de desarticular quadrilhas voltadas para roubo de carga em Pernambuco. No total, estão sendo cumpridos 34 mandados de prisão e 30 de busca e apreensão, no Agreste e no Recife. Participam das operações 225 policiais civis.

A operação "Fidúcia" está sendo realizada pela Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas, do Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri), sob a presidência do delegado Edmilson Batista, com o apoio da delegada adjunta da unidade, Priscilla Gomes. A operação é denominada desta forma em referência ao modo que alguns integrantes da associação criminosa atuavam, valendo-se da confiança que detinham para a prática dos crimes.

A investigação começou em outubro de 2017, com o objetivo de prender integrantes de uma quadrilha voltada para os crimes de associação criminosa; roubo majorado; furto qualificado; apropriação indébita qualificada e comunicação falsa de crime. Durante a operação, serão cumpridos 13 mandados de prisão preventiva e 11 mandados de busca e apreensão domiciliar, expedidos pelo juiz da Vara Criminal da Comarca de Gravatá.

Operação Barra Azul

Já a operação "Barra Azul" - que inclui ainda o combate ao homicídio e tráfico de drogas - é fruto de investigação realizada pela Delegacia Seccional de Caruaru, presidida pela delegada Polyanne Farias. As investigações começaram em 15 de agosto de 2017, com o objetivo de desarticular quadrilha voltada para a prática de homicídio; roubo de cargas; tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Os mandados serão cumpridos nos municípios de Bezerros, Recife, São Caetano e Gravatá.

Mais Lidas