Investigação

Policial militar é preso durante operações no Agreste de PE

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 22/05/2018 às 11:38
NOTÍCIA
Leitura:

Armas, munições, celulares e outros materiais foram apreendidos durante as investigações
Foto: divulgação/Polícia Civil

Um policial militar foi preso durante a operação Barra Azul, da Polícia Civil, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a delegada Seccional de Caruaru, Polyanne Farias, o policial atuava dando proteção às atividades ilícitas da organização, além de ter ligação com a prática de homicídios. O nome dele não foi divulgado devido a possíveis desdobramentos da investigação.

De acordo com a delegada, foram 10 meses de investigação que começaram tendo como alvo um grupo de extermínio no município de Bonito. Durante as diligências, a polícia descobriu que a atuação maior da quadrilha era em Bezerros. Entre os destaques, estão uma mulher presa após assumir as atividades de tráfico de drogas do filho, que está preso, e outra filha de traficante que atuava ainda no auxílio de homicídios.

Já em relação à operação Fidúcia, o delegado titular da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas, Edmilson Batista, informou que alguns motoristas profissionais que transportavam cargas ficavam com parte dos produtos (apropriação indébita), vendia a mercadoria e em seguida iam a delegacias para registrar queixa de roubo ou furto. A atuação da quadrilha acontecia em vários estados. Um dos alvos foi preso no Piauí e o outro no Rio Grande do Sul.

Duas operações

As operações de repressão qualificada foram deflagradas na manhã desta terça-feira (22) com o objetivo de desarticular quadrilhas voltadas para roubo de carga em Pernambuco. No total, estão sendo cumpridos 34 mandados de prisão e 30 de busca e apreensão, no Agreste e no Recife. Participaram das operações 225 policiais civis.

Mais Lidas