Caminhoneiros

Confira como está a situação de cidades do interior com a greve

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 28/05/2018 às 12:35
NOTÍCIA
Leitura:

Em Garanhuns, população foi para a frente da PRF para aplaudir os policiais
Foto: Rádio Jornal Garanhuns

As cidades do interior do Estado estão sofrendo os impactos da greve dos caminhoneiros, que já dura oito dias em todo o Brasil.

Confira:

Garanhuns

A população foi para a frente das sedes da Polícia Rodoviária Federal e do Exército para aplaudí-los e pedir intervenção militar. Os postos da cidade continuam sem combustível. A rede de ensino está sem aulas. A coleta de lixo está passando apenas nas principais ruas e avenidas da cidade. A frota de ônibus foi reduzida em 50%. O prefeito do município manifestou apoio ao protesto dos caminhoneiros.

Pesqueira

O município está sem combustível e sem gás de cozinha. As escolas estão sem aulas. A paralisação na BR-232 segue indefinida, aguardando posicionamento dos sindicatos nacionais. Os postos de combustíveis estão sem reabastecimento. O setor de panificação só tem matéria-prima para produzir pão até o meio da semana.

Limoeiro

Na manhã desta segunda-feira (28), começou um protesto na PE-88, estrada que dá acesso a Bom Jardim e João Alfredo. Escolas e creches estão com aulas suspensas. A rede estadual manteve as aulas, mas está abonando as faltas. A prefeitura conseguiu doação de diesel para abastecimento dos caminhões para a coleta de lixo. Desde quinta-feira não tem combustível na cidade e o prefeito está tentando uma liminar para conseguir combustível para os postos. Os postos de saúde só estão funcionando com enfermeiro e dentista e apenas na área urbana. O comércio está sendo impactado diretamente pelas mobilizações.

Petrolina

As escolas públicas e particulares, além das creches, estão sem aulas. Na tarde desta segunda-feira (28) haverá uma reunião na Secretaria de Educação para definir a situação das aulas da rede municipal. A Univasf está funcionando normalmente. O aeroporto do município está sem combustível, de acordo com a Infraero. A BR-407 continua interditada.

Mais Lidas