Investigação

José Queiroz se pronuncia sobre parecer do MPCO que pediu devolução de R$ 22 milhões

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 04/06/2018 às 12:10
NOTÍCIA
Leitura:

MPCO pediu a devolução de R$ 22 milhões pelo ex-gestor José Queiroz aos cofres públicos
Foto: divulgação

A assessoria jurídica do ex-prefeito de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, José Queiroz, informou que tomará as providências jurídicas cabíveis em relação ao parecer emitido pelo Ministério Público de Contas (MPCO) que pediu a devolução de R$ 22 milhões pelo ex-gestor aos cofres públicos.

> MPCO pede que José Queiroz devolva R$ 22 mi aos cofres públicos

De acordo com o MPCO, os débitos são decorrentes de compensações previdenciárias consideradas como indevidas pela Receita Federal durante a gestão à frente da Prefeitura de Caruaru (2008-2016). De acordo com o parecer do ministério, a gestão realizou dois contratos, sem licitação, com dois escritórios de advocacia para auxiliar em compensações de supostos recursos que a prefeitura teria a receber da Receita.

A Receita Federal, porém, considerou os procedimentos indevidos, aplicando uma multa de R$ 22 milhões à administração do município, que vem sendo pego pela atual gestão da prefeita Raquel Lyra (PSDB).

Mais Lidas