Serviços

Complexo de Polícia Científica é inaugurado em Ouricuri, no Sertão

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 15/06/2018 às 8:21
NOTÍCIA
Leitura:

Complexo de Polícia Científica vai atender dez municípios do Sertão do Araripe
Foto: Aluisio Moreira/SEI/divulgação

Uma unidade descentralizada de Polícia Científica foi inaugurada nessa quinta-feira (14) em Ouricuri, no Sertão de Pernambuco. O Complexo vai atender dez municípios do Araripe, para fortalecer a investigação de crimes e reunir os serviços de perícia criminal, perícia médico-legal, identificação criminal e produção de retrato falado. Antes da inauguração, o município utilizava os serviços de Petrolina.

O Complexo de Polícia Científica irá subsidiar as diligências policiais, fornecendo provas técnicas sobre locais, materiais, objetos, instrumentos e pessoas que auxiliem a conclusão das investigações. As obras tiveram início em março de 2018 e contaram com recursos da prefeitura do município. A Regional de Ouricuri é a segunda descentralizada entregue no Estado, depois da de Garanhuns, no Agreste.

A unidade do Sertão do Araripe conta ainda com atendimento especializado para mulheres e crianças vítimas de crime sexual. O atendimento de perícia pelo Instituto de Criminalística e pelo Instituto de Medicina Legal (IML) será realizado de domingo a domingo, 24 horas por dia. Os serviços de retrato falado e emissão de carteira de identidade serão prestados por servidores do Instituto de Identificação Tavares Buril (IITB), de segunda à sexta-feira, em horário comercial.

Equipe

A Regional conta com 24 profissionais, entre peritos criminais, auxiliares de perito, médicos legistas, auxiliares de legista e papiloscopistas, nomeados em janeiro de 2018. Os municípios beneficiados com a Unidade Regional do Sertão do Araripe são Araripina, Bodocó, Exu, Granito, Ipubi, Moreilândia, Ouricuri, Santa Cruz, Santa Filomena e Trindade.

Mais Lidas