Potencialidades

19ª Exposerra começa nesta quinta-feira e movimenta economia no Sertão

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 12/07/2018 às 8:20
NOTÍCIA
Leitura:

Exposerra deverá movimentar R$ 20 milhões
Foto: divulgação/CDL Serra Talhada

Começa nesta quinta-feira (12) e segue até o próximo sábado a 19ª Feira da Indústria, Comércio e Serviços de Serra Talhada (Exposerra). O evento é considerado um dos maiores do Sertão pernambucano e recebe compradores do Pajeú, Moxotó, Itaparica e Sertão Central, além de outras regiões do Estado. O grande objetivo do evento é reunir diversos setores da economia para troca de informações sobre negócios, networking, qualificação e cultura local. O evento é realizado pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e pelo Sindicato das Empresas do Comércio de Bens e Serviços (Sindcom) da cidade.

De acordo com o presidente da CDL de Serra Talhada, Marcus Godoy, a expectativa para a edição deste ano é receber cerca de 40 mil pessoas durante os três dias de evento. No ano passado, a movimentação econômica foi de R$ 20 milhões antes, durante e depois da feira. A expectativa é de que o número deste ano seja semelhante. "Gera negócios para a cidade e para a região. Movimenta o comércio, a rede hoteleira, postos de gasolina, farmácias. É bastante positivo", ressalta.

Este ano, serão mais de 250 estandes montados no Pátio de Eventos Waldemar Oliveira, com opções e amostras de segmentos como indústria, comércio e serviços. A feira conta ainda com palestras e uma área gastronômica. Entre as novidades para este ano estão o lançamento do novo jipe Stark, da TAC Motors e a participação de uma indústria de medicamentos na feira. O horário de funcionamento é das 18h à 0h. No sábado, dia de encerramento, a Exposerra recebe apresentações da cantora de sertanejo universitário Paula Mattos e do cantor Geninho Batalha.

Um dos participantes da feira é o grupo responsável pelo Shopping Serra Talhada, cujas obras estão adiantadas. De acordo com um dos investidores do mall, Murilo Duque, o centro de compras tem interesse em alcançar uma região de consumo de R$ 100 milhões, que envolve municípios de Pernambuco e da Paraíba, em um raio de 75 quilômetros. "A gente aproveita a Exposerra como um momento de grande networking empresarial", afirma.

Arena Gastronômica na Exposerra
Foto: divulgação/CDL Serra Talhada

A movimentação da Capital do Xaxado no período supreendeu a proprietária do Hotel Império da Serra, localizado no bairro Nossa Senhora da Conceição. Todos os 45 apartamentos estão reservados para a semana do evento desde o mês de maio. "Estar com 100% de lotação é uma alegria", comemora a proprietária.

O setor gastronômico também fica aquecido. No restaurante Dicumê, no bairro São Cristóvão, a expectativa é otimista. Este ano, os proprietários decidiram instalar um stand na praça de alimentação do evento para atrair mais clientes, em parceria com o Sebrae e o Senac. O bolo de rapadura, carro-chefe do restaurante, estará no cardápio montado para a feira, além de comidas regionais. "Temos vários diferenciais entre os restaurantes de Serra Talhada, como a presença constante de uma nutricionista, carnes grelhadas e um variado e amplo cardápio de saladas. Vemos na Exposerra uma oportunidade muito positiva de mostrar isso não só para quem é daqui, mas também para quem é de fora ver que nós temos um grande potencial de realizar um grande negócio da gastronomia aqui no Sertão".

Cobertura

O Sistema Jornal do Commercio Interior (SJCC Interior) estará presente na Exposerra realizando a cobertura jornalística. Além de matérias na TV Jornal Interior e Portal NE10 Interior, este ano a novidade é uma série especial apresentada pela repórter Jailma Barbosa, que mostrará a potencialidade do comércio e da indústria da região, apresentando o perfil da cidade, a história e os motivos do sucesso do evento.

Mais Lidas