Equipe integrada

Animais em extinção são encontrados durante fiscalização no Sertão

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 07/08/2018 às 11:13
NOTÍCIA
Leitura:

Dos animais resgatados, 242 já foram devolvidos à natureza
Foto: divulgação/FPI-PE

Uma fiscalização realizada por técnicos da Equipe Fauna do Programa de Fiscalização Preventiva Integrada (FPI-PE) em municípios do Sertão do Pajeú, em Pernambuco, localizou na primeira semana 861 animais silvestres (a maioria aves) presos ilegalmente em cativeiros. Os animais foram resgatados e deles, 242 foram devolvidos à natureza.

Entre as aves resgatadas está um papagaio da espécie Chauá, considerado raro e ameaçado de extinção. O papagaio é uma espécie da Mata Atlântica, o que indica que chegou à região por intermédio de tráfico. Outra espécie rara encontrada foi um pássaro chamado Maritaca da Cabeça Azul. Um Jacu também foi entregue voluntariamente durante a ação do FPI.

Outras espécies encontradas foram Pintassilgos do Nordeste, Galo-de-Campina, Golinho, Papa-capim, Garibaldi, Cravinhos Azulão, Mané-magro, Caboclinhos, Bigode, Canário-da-terra, Tico-tico, Tiziu, Sibito, Cancão e Maria Fita. Os animais que estão saudáveis e aptos serão encaminhados para soltura. Já os que apresentam lesões, permanecem no Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH). Além das aves, alguns répteis - uma cascavel, dez jabutis e uma tartaruga - e um sagui também foram encontrados.

O programa reforça o caráter educativo da iniciativa e conta com um saldo positivo de entregas voluntárias de animais. Além disto, um caminhão da Polícia Rodoviária Federal (PRF) está circulando nos municípios de Afogados da Ingazeira, Carnaíba, Iguaraci, Ingazeira, Tabira e Tuparetama recebendo os animais.

Mais Lidas