Câmara

Projeto de lei propõe 13º salário para prefeito e vice de São Caetano

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 21/08/2018 às 15:14
NOTÍCIA
Leitura:

Projeto de lei seguirá para as comissões da Câmara de Vereadores
Foto: reprodução/TV Jornal

Um projeto de lei proposto pelo presidente da Câmara de Vereadores de São Caetano, no Agreste de Pernambuco, Olímpio José (PSDB), tem provocado polêmica na cidade.

O projeto pede que seja criado o 13º salário para os cargos de prefeito e vice-prefeito do município, ocupados atualmente por Jadiel Cordeiro Braga (PSDB) e o filho dele, Caio Braga (PSDB).

Os vereadores da oposição acreditam que diante da atual crise financeira, o projeto não deveria ir adiante. Líder da oposição, o vereador Jean (PRB) afirmou que o projeto de lei foi protocolado no dia 17 deste mês.

O projeto será encaminhado às comissões. "Ele fez uma estratégia nesse projeto, reduzir o salário e criar o 13º para ele e o filho, só que o 13º salário é pago proporcional. Por exemplo, foi recolhido de janeiro a agosto com base no salário dele, R$ 16 mil. Aí o que ele faz? Reduz por quatro meses esse salário e no fim do ano pede décimo, então dá praticamente a mesma coisa", explica o oposicionista.

Por meio de nota, a Prefeitura de São Caetano informou que o projeto será colocado em pauta, incluindo uma redução de 50% no salário do prefeito até dezembro, "como forma de contribuir para uma redução de custos na prefeitura". Ainda segundo a assessoria de imprensa, com base em uma lei federal, o projeto prevê também a possibilidade da criação de um 13º salário para o prefeito e para o vice-prefeito.

Mais Lidas