Candidato

Álvaro Dias diz que a autoridade brasileira é frouxa; ouça entrevista

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 22/08/2018 às 11:13
NOTÍCIA
Leitura:

Álvaro Dias (Podemos) é candidato à Presidência da República
Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O senador Álvaro Dias (Podemos), que é candidato à Presidência da República, foi o segundo entrevistado na série de sabatinas realizadas pela Rádio Jornal Caruaru, nesta quarta-feira (22). De Brasília, o candidato reforçou que é contra a corrupção e reafirmou que, se eleito, convidará o juiz Sérgio Moro para o cargo de ministro da Justiça.

Falando sobre segurança, o candidato disse que é necessário travar uma "guerra" contra a violência de uma forma geral, com equipes que façam a segurança das fronteiras para impedir a passagem de armas e drogas, entre outras medidas. "O crime aumentou no País porque a autoridade brasileira é frouxa. Restabelecer a autoridade é tão importante como aparelhar a polícia", cravou.

Álvaro Dias disse que irá "refundar a República", que segundo ele significa acabar com privigélios. Ele afirmou que irá garantir o aumento do número de vagas em creches, com um "Vale Creche", para que as famílias escolham entre instituições públicas ou particulares.

O candidato afirmou que vai combater os desvios do Bolsa Família e pretende transformá-lo no "Bolsa Cidadão", que irá preparar o cidadão para ter a carteira assinada.

Álvaro Dias prometeu ainda que irá criar 10 milhões de empregos. "Nós vamos mostrar ao mundo que o Brasil voltou a ser sério". Ele prevê ainda realizar uma reforma tributária e tomar outras medidas para que a economia volte a crescer.

Ouça a íntegra da entrevista:

Mais Lidas