Candidata

Vera Lúcia, do PSTU, defende revogação da reforma trabalhista

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 23/08/2018 às 10:48
NOTÍCIA
Leitura:

Vera Lúcia (PSTU) é pernambucana de Inajá, no Sertão
Foto: divulgação

A candidata à Presidência da República Vera Lúcia (PSTU) foi entrevistada na manhã desta quinta-feira (23) pela Rádio Jornal Caruaru. Vera, que é pernambucana de Inajá, no Sertão, apresentou propostas em defesa dos pobres, negros e nordestinos.

De acordo com a candidata, caso fosse eleita, ela revogaria a reforma trabalhista, a lei das terceirizações, a PEC dos Gastos, entre outros. Vera Lúcia também iria reestatizar as empresas que foram privatizadas. "Essas reformas foram criadas para resolver o problema de uma crise que não é nossa e assegurar os lucros dos grandes empresários", afirmou.

Na área de segurança pública, a candidata defende a desmilitarização da polícia e a legalização das drogas. Ela acredita ainda que as pessoas devem ter armas para se defender. Tratando sobre uma fala de Jair Bolsonaro sobre o armamento da população, Vera Lúcia afirmou que não são necessárias leis para que os donos de propriedades tenham armas e matem invasores, porque "isto os latifundiários e a bandidagem já fazem".

Ouça a íntegra da entrevista:

Mais Lidas