Cultura

Espaço que homenageia Nelson Barbalho será inaugurado em Caruaru

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 24/10/2018 às 9:57
NOTÍCIA
Leitura:

Centenário de Nelson Barbalho é comemorado em 2018
Foto: acervo pessoal

Um espaço que homenageia o escritor caruaruense Nelson Barbalho será inaugurado nesta quinta-feira (25) na Praça Deputado Henrique Pinto, na Rua da Matriz, no centro de Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Uma estátua do artista em tamanho natural fará parte do espaço, que será inaugurado a partir das 16h. Aberto ao público, o evento contará com apresentação de músicos.

O espaço faz parte da requalificação que está sendo realizada por empresários na calçada da rua, do lado oposto à Igreja da Matriz. A calçada já tem uma árvore que era ponto de encontro de músicos desde a época de Nelson Barbalho. Em 2018 é comemorado o centenário do escritor.

A obra recebeu piso intertravado que facilita a mobilidade e acessibilidade dos pedestres e um banco de concreto com acabamento em madeira de 14 metros que favorece a organização do transito ao redor. A estátua do escritor e compositor feita em cimento pelo artista plástico Caxiado ficará no espaço. O projeto teve a consultoria e pesquisa do historiador Walmiré Dimeron, do Instituto Histórico de Caruaru.

História

Nelson Barbalho de Siqueira nasceu no dia 2 de junho de 1918 em Caruaru. Autodidata, foi jornalista, historiador, pesquisador, lexicógrafo e compositor. Ele teve seus primeiros artigos publicados em 1949, sob o pseudônimo de Cavalcanti do Norte, e foi assíduo colaborador de jornais caruaruenses como A Defesa, Jornal do Agreste e Vanguarda, além do Jornal do Commercio e Diário de Pernambuco, ambos da capital pernambucana.

A produção literária dele é de 110 livros; destes, 50 sobre Caruaru entre publicados e inéditos. O primeiro livro dele, Major Sinval, foi publicado em 1968. Ele também teve nove composições gravadas por Luiz Gonzaga. Com o maestro Joaquim Augusto compôs, em 1959, a censurada Marcha da Petrobrás. Nelson Barbalho faleceu no Recife, em 22 de outubro de 1993, onde foi sepultado. O corpo foi trasladado para Caruaru em 2007, encerrando as comemorações do Sesquicentenário da cidade.

Mais Lidas