Rua da Má Fama

Delegado afirma que criminosos atiraram com objetivo de matar garçom em Caruaru

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 29/10/2018 às 14:41
NOTÍCIA
Leitura:

Garçom Renan da Silva Melo, 25 anos, saía do trabalho quando foi assassinado
Foto: reprodução/TV Jornal

O delegado Sérgio Moura afirmou que o autor do homicídio na Rua Silvino Macêdo (Rua da Má Fama), em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, atirou no garçom - única vítima fatal - com o objetivo de matá-lo. O garçom e dançarino Renan da Silva Melo, 25 anos, havia saído do trabalho quando decidiu encontrar amigos na rua que tem vários bares e restaurantes.

Quando estava na área, uma confusão foi registrada entre um grupo de adolescentes e os autores do crime, que já teriam brigado antes de ir para a Rua da Má Fama, por motivos não informados. Houve um tiroteio e quatro adolescentes foram baleados.

Assustado com os disparos, Renan - que não fazia parte do grupo - teria corrido e também virou alvo dos criminosos. "[O homicídio] ocorreu por mero desejo de fazer o mal; não há algo por trás disto. Um acerto de contas, uma queima de arquivo... Absolutamente nada. O rapaz era um trabalhador", afirmou o delegado Sérgio Moura.

Os quatro adolescentes feridos foram levados para o Hospital Regional do Agreste (HRA) e não correm risco de morte. Até a publicação desta matéria, ninguém havia sido preso. O corpo da vítima fatal será sepultado na tarde desta terça-feira (30) na cidade de Bezerros, onde o garçom morava.

Veja na reportagem do "Por Dentro", da TV Jornal Interior:

Mais Lidas