Saúde

Médicos cubanos deixam Caruaru e população fica sem atendimento

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 22/11/2018 às 11:37
NOTÍCIA
Leitura:

População da UBS José Liberato II era atendida por médicos cubanos
Foto: Rebeca Nunes/TV Jornal Interior

A Secretaria Municipal de Saúde confirmou nesta quinta-feira (22) que todos os médicos cubanos do programa Mais Médicos já deixaram Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Com isto, a população ficou sem o atendimento realizado por estes profissionais em alguns dos postos de saúde da cidade.

Algumas pessoas ficaram sem atendimento nesta quinta-feira
Foto: Rebeca Nunes/TV Jornal Interior

A reportagem da TV Jornal Interior esteve nesta manhã nos postos do loteamento José Liberato e do bairro Vassoural, onde os pacientes chegaram e descobriram que o atendimento não seria realizado. Por meio de nota, a Secretaria de Saúde informou que já está convocando os médicos que participaram da seleção simplificada do município, em outubro, para preencher as vagas.

Na última terça-feira (20), a pasta informou que Caruaru tem 73 equipes de Saúde da Família e 39 delas eram ocupadas pelos profissionais do programa, o que correspondia a 53,4%. Destes, 15 eram cubanos e 20 brasileiros. Havia quatro vagas em aberto. Cerca de 55.751 pessoas estão na área coberta pelo atendimento dos médicos que deixaram os postos de trabalho.

Os médicos cubanos atendiam as Unidades de Saúde da Família: Kennedy II, Lagoa de Pedra, Caic, Canaã, Cachoeira Seca, Gonçalves Ferreira, Cipó, Pau Santo, Riacho Doce, Vassoural I, II e III, Xicuru, José Liberato II e Malhada de Barreira Queimada.

Mais Médicos

O programa Mais Médicos foi criado pelo Ministério da Saúde em 2013 com o objetivo de suprir a carência de médicos da Atenção Básica nos municípios do interior e nas periferias das grandes cidades do País.

Mais Lidas