Parque 18 de Maio

Polícia Civil investiga assassinato de frade em Caruaru

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 03/01/2019 às 7:54
NOTÍCIA
Leitura:

Frei Anderson da Silva Sobral estava passando férias em Caruaru
Foto: reprodução/TV Jornal

A Polícia Civil está investigando o assassinato de um frade capuchinho em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. O corpo foi encontrado na noite da terça-feira (1º), mas só foi identificado como o frei Anderson da Silva Sobral na tarde da quarta (2), após o reconhecimento por parentes no Instituto de Medicina Legal (IML).

De acordo com a família, Anderson havia saído da casa de familiares no bairro Caiucá por volta das 20h de terça-feira e não foi mais visto. O corpo foi achado no Parque 18 de Maio com marcas de facadas nas costas.

Segundo o delegado Márcio George, que investiga o caso, a suspeita é de que se trate de um latrocínio, já que a vítima não estava com carteira nem dinheiro. "Os indícios encontrados no local levam a crer que possivelmente a vítima estava tendo relação sexual com alguém quando foi vítima de latrocínio", afirmou o delegado.

O frei Anderson morava no Recife e estudava na Universidade Católica. Ele estava em Caruaru para passar as férias. O caso segue sob investigação.

Por meio de nota, a Universidade Católica lamentou a morte do frei Anderson Sobral e expressou pêsames e condolências a todos que formam a Ordem dos Frades Menores Capuchinhos no Brasil, assim como familiares e amigos da vítima. A nota, assinada pelo reitor Degislando Nóbrega de Lima, ainda pede aos funcionários da universidade e professores que rezem pela paz do frei.

Veja na reportagem do "TV Jornal Manhã", da TV Jornal Interior:

Mais Lidas