Crime

Suspeitos de matar frade capuchinho em Caruaru são presos

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 18/01/2019 às 7:57
NOTÍCIA
Leitura:

Frei Anderson foi morto a facadas no Parque 18 de Maio, em Caruaru
Foto: reprodução/TV Jornal

Um casal suspeito de matar o frade capuchinho Anderson da Silva Sobral, 32 anos, no último dia 2 de janeiro em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, foi preso. De acordo com a Polícia Civil, a mulher havia sido presa na terça-feira (15) e o homem nessa quinta-feira (17), por meio de mandado de prisão preventiva.

Os dois suspeitos são os mesmos que tinham sido detidos no dia seguinte ao crime. Na ocasião, eles foram liberados, já que não havia elementos suficientes para uma prisão em flagrante.

Segundo o delegado Márcio George, que investiga o crime, neste período surgiram novas informações que embasaram o pedido de prisão preventiva, aceito pela Justiça. A mulher foi levada para a Colônia Penal Feminina de Buíque. Já o homem foi conduzido à Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru.

A hipótese de motivação do crime continua sendo latrocínio. "Subtraíram a carteira da vítima e o aparelho celular, e pela dinâmica de ter sido esfaqueado pelas costas, a gente acredita que tenha sido latrocínio", explicou o delegado.

Relembre o caso

O frei Anderson da Silva Sobral, 32 anos, que estudava em uma universidade do Recife, estava de férias na casa de familiares em Caruaru. Na madrugada de terça-feira (2), ele foi assassinado a facadas no Parque 18 de Maio.

Mais Lidas