PREVÊNÇÃO

Governo de PE lança novo plano de combate às arboviroses

Giliard
Giliard
Publicado em 25/01/2019 às 17:45
NOTÍCIA
Leitura:

A escolha do local de anúncio das estratégias de combate reflete a preocupação do Governo em evitar um novo surto, tendo desta vez Sertão como principal alvo
Foto: JC Imagem

Foi lançado na manhã desta sexta-feira (25), em Serra Talhada, Sertão do Estado, o Plano Estadual de Enfrentamento às Arboviroses 2019. Segundo o Governo, serão investidos R$ 7,9 milhões na compra de equipamentos, infraestrutura e educação para o combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. Este ano, uma das estratégias adotadas pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) será direcionada ao público infanto-juvenil, com a distribuição de 300 mil gibis da Turma da Mônica em escolas da Rede Estadual de Ensino.

O intuito é que os quadrinhos, produzidos pela editora Maurício de Souza, sejam utilizados como material didático, ensinando de forma lúdica a combater o mosquito e identificar sintomas das arboviroses transmitidas por ele. Essa é uma campanha de prevenção, feita principalmente nas escolas a partir desse material, que vai ser distribuído e será uma fonte de informação muito importante para a conscientização da população, pontuou o governador Paulo Câmara, no evento de lançamento. Os gibis devem ser entregues no início do ano letivo.

Junto à educação, os gestores pontuam articulação entre os municípios e capacitação dos agentes de saúde como foco do plano. Somado a isso, a tecnologia também será ferramenta na luta contra as arboviroses. Um aplicativo, o e-Visit@PE, está sendo testado em algumas localidades e deve ser implementado em todo o Estado até dezembro. Com ele, os relatórios feitos pelos agentes de endemias e técnicos de vigilância serão computadorizados e passarão a integrar, em tempo real, o banco de informações do aplicativo, agilizando o trabalho e a análise dos dados captados durantes as visitas domiciliares. A entrega dos telefones está prevista para o mês de fevereiro.

Também será feita a compra de materiais, como equipamentos de proteção, capas de vedação para recipientes de armazenamento de água, bombas costais motorizadas, máscaras e filtros e macacões impermeáveis, que serão distribuídos para uso dos agentes nos municípios, Gerências Regionais de Saúde (Geres) e na SES.

Preocupação com o Sertão

A escolha do local de anúncio das estratégias de combate reflete a preocupação do Governo em evitar um novo surto, tendo desta vez Sertão como principal alvo. Isso porque, devido ao baixo índice de casos, a população estaria mais suscetível à doença, uma vez que não foram infectados e por isso não estão imunes ao vírus.

A preocupação foi confirmada pelo secretário estadual de Saúde, André Longo, durante o evento.O plano de enfrentamento tinha que ser lançado no Sertão porque essa é a região que hoje, em todos os nossos estudos, mostra uma maior preocupação com a infestação neste ano 2019 para estas três doenças transmitidas pelo Aedes. Há índice de infestação predial de mosquitos e há vírus circulando, por isso o esforço para evitar um possível surto da doença, pontuou.

Via JC Online

Mais Lidas