Aflitos

Náutico goleia o Petrolina e conquista a primeira vitória no Estadual

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 31/01/2019 às 9:03
NOTÍCIA
Leitura:

Partida terminou Náutico 5 x 0 Petrolina
Foto: Bobby Fabisaki/JC Imagem

Pressionado para conquistar o primeiro ponto no Campeonato Pernambucano, o Náutico não teve dificuldades e aplicou uma goleada de 5×0 no frágil Petrolina. O time alvirrubro construiu o placar basicamente no primeiro tempo, ao marcar quatro gols. Destaque para o centroavante Wallace Pernambucano, que mais uma vez comandou o ataque alvirrubro, marcando um gol e dando uma assistência.

Em relação a derrota no clássico contra o Sport, no último domingo (27), o treinador Márcio Goiano promoveu duas mudanças na equipe titular do Náutico. O atacante Robinho, autor do gol alvirrubro no Clássico dos Clássicos, ganhou a vaga de Matheus Carvalho no ataque, enquanto o zagueiro Camutanga, bastante criticado pela torcida, ficou no banco e deu lugar a Diego Silva.

O Náutico volta a campo já no próximo sábado (2), dessa vez pela Copa do Nordeste. O time alvirrubro viaja até Salgueiro para enfrentar o Carcará, no estádio Cornélio de Barros, às 16h. Pelo Campeonato Pernambucano, o Náutico só joga na próxima quarta-feira (6), quando recebe o Vitória das Tabocas no estádio dos Aflitos.

O JOGO

A partida começou com tudo nos Aflitos. Logo no início do jogo, aos dois minutos do primeiro tempo, o centroavante Wallace Pernambucano abriu o placar em grande estilo. O artilheiro alvirrubro recebeu a bola na área, dominou, girou e chutou colocado no ângulo do goleiro Pezão, sem chances de defesa.

Depois do gol do Náutico, o jogo ficou truncado, principalmente no meio-campo. As equipes tiveram dificuldades para criar as jogadas ofensivas. Até os 22 minutos, quando a defesa do Petrolina deu bobeira e deixou o atacante Robinho livre na área para receber a bola do lateral cobrado por Assis. O atacante alvirrubro dominou e chutou no canto, rasteiro, para marcar o segundo gol alvirrubro.

Depois de marcar o segundo gol, o Náutico ficou mais solto em campo e tomou as ações do primeiro tempo. O time alvirrubro conseguiu ter mais facilidade para criar oportunidades de gol. Aos 24 minutos, o meia Fábio Matos recebeu a bola na entrada da área e chutou buscando o ângulo, a bola passou perto. Cinco minutos depois, o lateral André Krobel avançou com velocidade e chutou forte, o goleiro Pezão fez boa defesa.

E antes do primeiro tempo acabar, o Náutico transformou a vitória parcial em goleada. Aos 38 minutos, o meia Fábio Matos recebeu a bola com açúcar de Wallace Pernambucano e marcou o terceiro gol do Timbu. Dois minutos depois, o volante Luiz Henrique acertou um chute cruzado, no canto direito do goleiro Pezão e ampliou o placar para o time alvirrubro.

SEGUNDO TEMPO

Depois do desempenho muito abaixo no primeiro tempo do Petrolina, o treinador Alberto Lima, ex- zagueiro do Náutico, surpreendeu e fez todas as três substituições de uma só vez. Já com a bola rolando para a segunda etapa, o início foi morno e os dois times não conseguiram criar chances nos dez primeiros minutos.

A Fera Sertaneja só veio criar as primeiras oportunidades de gol aos 20 minutos do segundo tempo, mas sem tanto perigo. Naldo até fez boa jogada na área, chutou para defesa do goleiro Bruno, mas foi marcado impedimento. Depois o meio-campista Marcelo cruzou com perigo, a bola passou perto do gol, mas nenhum jogador do Petrolina conseguiu desviar.

Com o controle quase que absoluto do jogo, o Náutico só fez administrar o placar no segundo tempo. A goleada serviu para o meia argentino Nahuel Cisneros fazer sua estreia com a camisa alvirrubra. Aos 45 minutos, o lateral esquerdo Assis recebeu o cruzamento do meia Lucas Paraíba e ainda teve o tempo de marcar o quinto gol alvirrubro, dando números finais a partida.

FICHA DO JOGO

(5) Náutico: Bruno, André Krobel, Diego Silva, Suéliton, Assis, Josa, Luiz Henrique, Jorge Henrique (Lucas Paraíba), Fábio Matos, Robinho (Nahuel Cisneros) e Wallace Pernambucano (Rafael Oliveira). Técnico: Márcio Goiano.

(0) Petrolina: Pezão; Marquinhos (Lucão), Jefferson Petrolina, Danilo Cirqueira, Rogerinho, Café (Jefferson Bezerra), Marcelo, Bibi (Fernandinho), Raniel, Jean Carlos e Naldo Petrolina. Técnico: Alberto Lima.

Local: Estádio dos Aflitos (PE). Horário: 20h30. Árbitro: Péricles Bassols. Assistentes: John Andson e Victor Lavôr. Gols: Wallace Pernambucano, aos dois minutos do 1ºT; Robinho, aos 22 minutos do 1ºT; Fábio Matos, aos 38 minutos do 1ºT; Luiz Henrique, aos 40 minutos do 1ºT; Assis, aos 45 minutos do 2ºT. Cartões amarelos: Bibi, Jefferson Bezerra (Petrolina); Assis (Náutico). Público: 3.554.

Via Blog do Torcedor

Mais Lidas