Mudança

Daniel Finizola é novo líder da oposição na Câmara de Caruaru; ouça entrevista

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 04/02/2019 às 15:19
NOTÍCIA
Leitura:

 

Daniel Finizola é líder da oposição na Câmara de Caruaru
Foto: divulgação/Vladimir Barreto Rodrigues/Câmara de Caruaru

O vereador Daniel Finizola (PT) foi escolhido como novo líder da oposição à prefeita Raquel Lyra (PSDB) na Câmara Municipal de Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Ele substitui Alberes Lopes (PSC), que licenciou-se para assumir o cargo de secretário da Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação (Sempetq) no Governo Paulo Câmara.

O grupo de oposição é formado ainda pelos vereadores Galego de Lajes (PSD), Marcelo Gomes (PSB) e Sérgio Siqueira (Avante). Daniel afirmou ainda que a oposição está de braços abertos para o vereador Fagner Fernandes, que anunciou que está deixando a base do governo. A primeira sessão ordinária de 2019 será nesta terça-feira (5), às 16h.

Em entrevista à Rádio Jornal Caruaru, Daniel afirmou que a oposição vai continuar cobrando o cumprimento de promessas de campanha de Raquel, como as 8 mil vagas em creches da rede municipal. Para ele, o não cumprimento é prejudicial para as crianças e as mães.

O vereador criticou ainda a realização de uma nova pesquisa com o custo de R$ 350 mil na Feira da Sulanca, uma vez que os prefeitos anteriores e entidades já realizaram outros levantamentos. 

Daniel disse ainda que é a favor da transferência da feira, mas é preciso discutir a mudança com feirantes, grandes e pequenos comerciantes, entre outros. "O que a sociedade quer é uma feira que de fato ajude a economia da cidade a crescer e traga renda e emprego para todo mundo que está em torno dessa que é a maior atividade econômica da nossa cidade", opinou.

O vereador comentou ainda o crime registrado na Rua da Má Fama no último fim de semana. Ele afirmou que um comitê foi organizado para melhorar a segurança e a estrutura da rua, porém, o projeto não foi adiante.

Perguntado sobre se é pré-candidato à Prefeitura de Caruaru em 2020, Daniel afirmou que esta decisão é do partido, que ainda não decidiu sequer se terá candidato próprio: "Não sou pré-candidato, sou um cidadão caruaruense que estou cumprindo minha função de vereador, mas essa decisão de ser ou não ser candidato a prefeito de Caruaru passa por uma instância partidária e não posso 'colocar o carro na frente dos burros'".

Ouça a íntegra da entrevista:

Mais Lidas