menu

Bebê deixado em caixa de sapato cresce e vira juiz da Vara da Infância e da Juventude

Ele foi adotado por família que forneceu amor e boa educação

Juiz José Fernando Santos de Souza
Juiz José Fernando Santos de Souza (Reprodução/TV Jornal Interior)

O juiz José Fernando Santos de Souza atua na Vara da Infância e da Juventude de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, que atende dezenas de cidades da região.

O que nem todo mundo sabe é como começou a história dele. Quando bebê, o juiz foi deixado pela mãe biológica em uma caixa de sapatos e entregue a uma dona de casa em uma praça.

Criado pela dona de casa e pelo marido, policial militar, o juiz aprendeu sobre a importância da adoção e o desenvolvimento do trabalho em prol de crianças e adolescentes.

O juiz tem muita gratidão com os pais adotivos. "O importante foi o carinho, o amor que eles me deram e, principalmente, estudo. Você não tem outra possibilidade de galgar alguma coisa na vida sem estudar", afirmou José Fernando.

Hoje tem esposa, três filhos e três netos, e trabalha para tornar a vida de crianças e jovens melhor. "É um trabalho que eu decidi, como se fosse um sacerdócio mesmo, vir para cá e fazer esse trabalho", afirmou.

Confira a reportagem:

Bebê deixado em caixa de sapato cresce e vira juiz da Vara da Infância e da Juventude

  • 01/08/2020 11:40
O juiz José Fernando Santos de Souza atua na Vara da Infância e da Juventude de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, que atende dezenas de cidades da região. O que nem todo mundo sabe é como começou a história dele. Quando bebê, o juiz foi deixado pela mãe biológica em uma caixa de sapatos e entregue a uma dona de casa em uma praça. 2 minutos e 47 segundos