CAXANGÁ

No Recife, moradora de rua é queimada enquanto dormia

Giliard
Giliard
Publicado em 27/02/2019 às 10:26
NOTÍCIA
Leitura:

Até o momento, a polícia não tem pistas de quem teria cometido o crime ou até mesmo a motivação
Foto: Reprodução/Google Street View

Uma mulher em situação de rua deu entrada no Hospital da Restauração na manhã desta quarta-feira (27), após ter sido queimada enquanto dormia embaixo do Viaduto da Caxangá. O crime aconteceu por volta das 5h30 da manhã, e a vítima, que tem entre 25 e 30 anos, estaria grávida. Até o momento, a polícia não tem pistas de quem teria cometido o crime ou até mesmo a motivação.

Carla, como foi identificada, foi queimada nos braços, ombros e pernas, e chegou a pedir ajuda a outra pessoa que dormia no local. "Ela chegou toda queimada, dizendo que tocaram fogo nela enquanto estava dormindo. Tentei levar ela no [hospital] Barão de Lucena, mas não atenderam", disse o homem, que preferiu não ser identificado.

Ele conta ainda que chegou a telefonar para o Samu, mas, como ninguém chegou no local a tempo, tentou pegar um ônibus para levá-la a outro pronto-socorro. "Tentei os ônibus mas nenhum quis parar, então saímos andando pela rua e um taxista a reconheceu e socorreu ela", afirma. "Ela estava queimada no corpo todo, só não queimaram o rosto".

O local

De acordo com o motorista Roberto Carlos Rodrigues, que circula pela área, o local é conhecido como ponto de consumo de drogas. "Toda hora aqui tem gente usando drogas, fazendo assalto", diz ele, afirmando em seguida que a vítima era usuária. "Algumas [pessoas] vem, passam o dia e vão embora depois, mas outras, como ela, dormem por aqui mesmo, e aí infelizmente aconteceu essa tragédia. Queimaram ela e ela saiu correndo grávida", relata.

Via JC Online

Mais Lidas