Investigação

Motorista envolvido em acidente que deixou grávida e bebê mortos é indiciado por homicídio culposo

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 07/03/2019 às 10:34
NOTÍCIA
Leitura:

Amanda Assis de Araújo, 18 anos, e o filho dela não resistiram
Foto: reprodução/TV Jornal

O delegado Gustavo Garcia, responsável pela investigação de um acidente que deixou uma jovem grávida e o bebê dela mortos na Avenida Brasil, no bairro Universitário, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, concluiu o inquérito, que foi encaminhado ao Ministério Público nesta quinta-feira (7).

O acidente aconteceu no dia 9 de fevereiro entre a motocicleta em que as vítimas estavam e um carro. O companheiro da grávida também ficou ferido. De acordo com o delegado, o motorista do carro foi indiciado por homicídio culposo (quando não há a intenção de matar) e lesão corporal culposa, com o aumento da pena pela omissão de socorro. Por enquanto, ele responde em liberdade.

No dia do acidente, o motorista do veículo deixou o local sem prestar socorro às vítimas. Toda a equipe do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu) foi deslocada para a avenida e realizou o parto de Amanda Assis de Araújo, 18 anos. Ela não resistiu.

O bebê chegou a ser levado para o Hospital Jesus Nazareno (Fusam), mas também não resistiu e faleceu dois dias depois. Em entrevista à TV Jornal Interior, o marido da grávida e pai do bebê afirmou que além da recuperação do acidente, passa por dificuldades financeiras, já que não pode trabalhar e precisa de medicamentos, fraldas e alimentos. "Se não foi pra eu ir com minha esposa e com o meu filho, é porque Deus tem um plano na minha vida", disse.

Mais Lidas