ICMS

Carlos Bolsonaro critica Paulo Câmara por aumento no ICMS

Giliard
Giliard
Publicado em 16/04/2019 às 15:35
NOTÍCIA
Leitura:

Foto: Colagem com as fotos de Caio César/Câmara do Rio e Rodolfo Loepert/Divulgação

Em postagem nesta terça-feira (16) em seu perfil no Instagram, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) fez duras críticas ao governador Paulo Câmara (PSB) pelo aumento de 140% na alíquota do ICMS sobre alguns cortes de carne bovina. O vereador acusou o governador de trabalhar com a intenção de prejudicar a imagem do presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao aumentar o imposto. Segundo o parlamentar, Paulo Câmara sabe que a culpa de tudo recairá neste momento em Bolsonaro porque a população ainda não está muito bem informada.

Carlos Bolsonaro compartilhou no Stories, ferramenta do Instagram, uma notícia sobre o aumento em Pernambuco. Governo Socialista de Pernambuco impõe aumento de 140% sobre o ICMS para carne bovina, diz o título da matéria compartilhada pelo filho do presidente Bolsonaro.

Isso não é inocência: ele sabe que a culpa de tudo recairá neste momento em Bolsonaro, pois ainda temos uma população que não está muito bem informada! Tudo que está acontecendo não é ao acaso!, comentou Carlos.

Desde do dia 1º de abril, quando entrou em vigor o Decreto nº 46.953, de 28 de dezembro de 2018, a cobrança do imposto sobre cortes selecionados de carne bovina passou de de 2,5% para 6%. A carne suína também foi atingida pelo aumento. A alíquota triplicou: passou de 2% para 6%.

O aumento no ICMS foi também criticado pela oposição no Estado. O líder do Cidadania na Câmara dos Deputados, deputado Daniel Coelho, afirmou que a medida era uma vergonha.

Nós não podemos nos calar. Cada dia ele aumenta mais os impostos para fazer populismo com o dinheiro alheio. Isso tem que ser denunciado e a gente pede reação na Assembleia Legislativa para esse absurdo. Paulo 140%., afirmou, em tom de ironia, o deputado.

Líder do governo Paulo Câmara na Assembleia Legislativa do Estado (Alepe), o deputado Isaltino Nascimento, rebateu as críticas de Daniel Coelho, a quem acusou de oportunismo político.

A cobrança feita pelo deputado à Assembleia Legislativa para que reaja contra o suposto aumento de impostos denunciado por ele não tem qualquer sentido que não o de tentar colher dividendos políticos. Dividendos que ele vem perdendo a cada dia, desgastado após duas derrotas consecutivas em disputas majoritárias, ambas impostas pelo PSB, afirmou o socialista.

Mais Lidas