Policial

Policiais militares suspeitos de integrar quadrilha são presos em Bom Jardim

Alfredo Neto
Alfredo Neto
Publicado em 24/04/2019 às 9:32
NOTÍCIA
Leitura:

Com os suspeitos, foram apreendidos oito aparelhos celulares, quatro carregadores de pistolas, 77 munições de variados calibres e três carros
Foto: Divulgação/PM

Oito homens foram presos na madrugada desta quarta-feira (24), durante a Operação Madrugada Segura, realizada no município de Bom Jardim, Agreste do Estado. De acordo com informações da Polícia Militar (PM), três dos suspeitos são PMs.

Inicialmente, quatro suspeitos foram abordados nas proximidades da agência do Bradesco, no centro da cidade. Os homens estavam em um carro modelo Prisma de cor banca, pertencente a uma locadora. Com o grupo foi apreendida uma pistola calibre ponto 40. O suspeito que portava a arma informou que seria policial, mas não apresentou identificação. Ainda na abordagem, um dos suspeitos foi reconhecido pelo efetivo como sendo Alexandre, o popular Galego da Espera, o qual tem envolvimento com crimes no estado e fora dele.

Na casa de Alexandre foram encontrados um veículo modelo ONIX com placa clonada e um revólver calibre 38 com seis munições intactas. Minutos depois, o efetivo recebeu informações de outro carro com quatro ocupantes, que possivelmente aguardava o grupo em posto de combustível, as margens da Rodovia PE 90, na comunidade do Buraco do Tatu.

Neste local, os PMs abordaram mais quatro suspeitos, sendo dois deles policiais militares, que afirmaram estarem lotados na Rádio Patrulha. Junto ao grupo foram encontradas três bala clavas. Cada PM abordado também portava uma pistola calibre ponto 40 com registro.

A operação contou com o apoio Patrulha Rural, BEPI, e dos efetivos de Bom Jardim e João Alfredo.

Apreensão

Ao todo, a Polícia apreendeu oito aparelhos celulares, quatro carregadores de pistolas, 77 munições de variados calibres e três carros. Segundo o policiamento, o material foi apresentado à delegacia Regional de Limoeiro.

Suspeitos Policiais 

De acordo com a PM, três dos suspeitos são policiais militares na ativa, mas na abordagem, apenas dois apresentaram registros. Ainda de acordo com o efetivo, os PMs são suspeitos de formação de quadrilha de assalto a banco.

Mais Lidas