Delícias

Gastronomia de Caruaru: um festival de sabores para todos os gostos

Ana Maria Miranda
Ana Maria Miranda
Publicado em 17/05/2019 às 16:43
NOTÍCIA
Leitura:

Comida regional é o forte do Point do Caldeirão
Foto: Janaína Pepeu/Especial para o SJCC Interior

Qualquer cidade do interior do Nordeste que se preze tem que ter comida regional. Em Caruaru, não é diferente: as opções incluem macaxeira, bode assado, sarapatel, entre outras delícias. Além dos espaços turísticos como a feira e o Alto do Moura, outros pontos da cidade se destacaram nos últimos anos. Duas vias nos bairros Indianópolis e Maurício de Nassau se tornaram verdadeiros polos gastronômicos da cidade, com opções de comidas diferenciadas.

A rua Alferes Jorge, no bairro Indianópolis, não tinha pontos comerciais quando o restaurante Point do Caldeirão instalou-se no endereço, em 2012. A empresária recifense Cláudia Cristina, 46 anos, relembra que pesquisou a área junto a um primo que morava na Capital do Agreste. "Foi bom porque deu uma vida à rua, 'chamou' outros restaurantes. Foi bom para o bairro e para a gente também", avaliou.

Os pratos que mais saem são batata e cuscuz recheados, sopas, tapioca, um mix de comida regional (macaxeira, cuscuz, ovo, carne de sol e queijo) e filé a parmegiana. O estabelecimento funciona no horário do almoço e do jantar. No almoço tem self-service sem balança, e à noite, rodízio de sopas que inclui os sabores camarão, bacalhau, frango, entre outros, além do serviço à la carte. Pessoas que moram na área e até de outras cidades e estados são atraídas pela fama do Caldeirão, que na época anterior à crise econômica chegou a ter filas. Atualmente, a Alferes Jorge tem pizzaria, açaiteria, hamburgueria, lanchonete e outras opções de refeições e lanches.

Delicatto tem taças especiais como sobremesa
Foto: Janaína Pepeu/Especial para o SJCC Interior

No bairro Maurício de Nassau, foi a avenida Marcionilo Francisco da Silva a "escolhida" para abrigar diversos restaurantes. No ramo da gastronomia há 20 anos, a empresária Márcia Nunes, 55, inaugurou o Delicatto há um ano e quatro meses. Sonho antigo dela, que administrava a cantina de um colégio particular. Já experiente na área de salgados e confeitaria, foi mais fácil de pensar o modelo e o cardápio do estabelecimento.

O Delicatto tem as mais variadas opções: desde a área de pastelaria, taças de sorvete com brigadeiro em volta, crepes, até pratos quentes e finos como filé ao molho madeira acompanhado de fettuccine. "Temos pratos da cozinha francesa, italiana, brasileira. O chef Raul Nunes fez o cardápio dos pratos quentes e a parte de confeitaria elaborei com minha filha", contou. Um dos diferenciais do restaurante é ter um espaço para crianças brincarem, o que atrai muitas famílias para o estabelecimento. Além disto, o Delicatto trabalha com encomenda de tortas.

A poucos metros de distância, a hamburgueria Rood Bike oferece um ambiente descontraído, com especialidade em hambúrguer e cerveja artesanais, mas na qual os clientes também encontram opções mais leves - como saladas - e até veganas. "A gente quer que quem chegue, seja acolhido, que se sinta à vontade para tomar um café, uma cerveja, um drink, um vinho, bater papo", disse a empresária Tânia Souto Maior, 53.

Rood Bike Club participa do Circuito do Hambúrguer
Foto: Janaína Pepeu/Especial para o SJCC Interior

Os hambúrgueres mais famosos são o Backflip (de picanha) e o de parma. Este mês, o estabelecimento participa do Circuito do Hambúrguer com o Freestyle, feito de pão australiano, molho barbecue, blend da casa de 180g, cheddar, bacon empanado e relish de pepino. A hamburgueria também trabalha com delivery. Aos sábados, o estabelecimento recebe atrações de pop rock ao vivo. Com a temática e decoração de bicicletas, o restaurante também tem uma loja de souvenirs e oficina para manutenção das bikes.

 

Mais Lidas