Família de Serra Talhada

19 PMs e vice-prefeito se tornam réus por morte de reféns em Milagres

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 22/05/2019 às 10:27
NOTÍCIA
Leitura:

Empresário João Batista Campos Magalhães, 49 anos, e a família foram mortos na ação
Foto: reprodução/TV Jornal

Dezenove policiais militares e o vice-prefeito de Milagres (CE), Abraão Sampaio de Lacerda, se tornaram réus no caso das mortes de cinco dos seis reféns de uma investida criminosa contra duas agências bancárias em dezembro do ano passado no município cearense. Uma família de Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco, estava entre os reféns assassinados. A Justiça aceitou a denúncia e os envolvidos se tornaram réus. Eles também deverão responder pela morte de dois dos suspeitos do assalto.

"A perícia concluiu que os disparos que alvejaram essas vítimas partiram de armas de fuzil. E nós temos notícias de que somente os policiais naquela ocasião usaram fuzis", revelou o promotor de Justiça Muriel Vasconcelos. O Ministério Público imputou o vice-prefeito de Milagres por fraude processual. De acordo com ele, quando a ação terminou, os corpos dos reféns foram recolhidos por ele e por outros policiais, o que atrapalhou o trabalho da perícia.

"O juiz determinou a citação das pessoas denunciadas para apresentar a resposta à acusação. A partir da defesa, o juiz pode decidir pela absolvição sumária ou estimar um prazo para a instrução e julgamento do caso", explicou a promotora Juliana Mota.

Relembre o caso

Um empresário do ramo de informática de Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco, o filho dele de 14 anos, e outras três pessoas da mesma família foram mortas durante uma tentativa de assalto a duas agências bancárias na cidade de Milagres, no Ceará, na madrugada de 7 de dezembro de 2018.

A família voltava da cidade de Juazeiro do Norte, no Ceará, para Serra Talhada (PE). O empresário João Batista Magalhães foi ao município com o filho para buscar os familiares que vinham de São Paulo no Aeroporto de Juazeiro, para passar as festas de fim do ano na cidade. Eles foram abordados pelos criminosos na BR-116.

As vítimas foram João Batista Campos Magalhães, 49; o filho dele, Vinícius de Souza Magalhães, 14; a cunhada, Claudineide Campos de Souza Santos, 41; o marido dela, Cícero Tenório dos Santos, 60; e o filho do casal, Gustavo Tenório dos Santos, 13. A sexta vítima foi Francisca Edneide da Cruz Santos, 49, que seguia do aeroporto para a casa da família, em Brejo Santo.

Veja na reportagem da TV Jangadeiro, afiliada ao SBT em Fortaleza:

Mais Lidas