menu

Colegas de trabalho de vítima de espancamento em Caruaru cobram agilidade nas investigações

De acordo com os conhecidos da vítima, a intenção é cobrar das autoridades agilidade nas investigações.
Foto: Reprodução/TV Jornal Interior

Os colegas de trabalho de Jailson Pereira dos Santos, 57, morto após ser vítima de um espancamento em Caruaru, estão organizando um protesto em referência ao crime. De acordo com os conhecidos da vítima, a intenção é cobrar das autoridades agilidade nas investigações.

Jailson, que era auxiliar de serviços gerais em uma faculdade de Caruaru, foi espancado durante o fim de semana. De acordo com informações da Polícia Militar, cinco pessoas participaram do espancamento. Ele morreu no Hospital da Restauração (HR), do Recife, nessa terça-feira (21).

Querido por todos, colegas de trabalho e alunos, uma turma de direito da faculdade que ele trabalhava decidiu homenagear a vítima durante a cerimônia de formatura no final de 2019.

Confira na reportagem do programa "Por Dentro", da TV Jornal Interior: