Hospital da Restauração

Adolescente baleada na cabeça em Caruaru continua em estado grave

Jovem passou por uma neurocirurgia e está na sala de recuperação, entubada

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 18/06/2019 às 8:52
NOTÍCIA
Reprodução/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/TV Jornal Interior
Leitura:

A adolescente de 15 anos que foi baleada durante um assalto na tarde dessa segunda-feira (17) continua em estado grave no Hospital da Restauração, no Recife. A jovem passou por uma neurocirurgia e está na sala de recuperação, entubada.

A vítima foi baleada na cabeça próximo à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Salgado. De acordo com a Polícia Militar, dois homens armados tentavam roubar um valor alto de um idoso que faria um depósito na agência da Caixa Econômica do bairro. O idoso teria tentado seguir os criminosos e jogado o carro para cima deles.

Os homens caíram no chão e efetuaram os disparos. Em seguida, fugiram, sem conseguir roubar o valor. A adolescente estava dentro de um carro aguardando uma pessoa que estava sendo atendida na UPA sair. Ela estava no banco traseiro com um bebê nos braços. A criança não ficou ferida.

A mulher que estava dirigindo o carro contou que ia buscar a mãe de uma vizinha na unidade de saúde. "Eu estava parada de frente à policlínica esperando uma idosa que tinha tido alta. De repente, sobe só o barulho de uma pancada na frente do meu carro. Não deu tempo ver o que foi, fiquei desesperada", relatou, em entrevista à TV Jornal Interior.

Um dos suspeitos envolvidos na ocorrência já foi identificado pela Polícia Civil, mas ainda não foi preso. "Já identificamos o autor, localizamos onde ele reside. Fizemos investidas na residência dele, mas ele não se encontrava em casa", contou o delegado Anderson Liberato. A polícia pede a ajuda da população para conseguir localizar o suspeito.

Um dos suspeitos foi identificado, mas ainda não foi encontrado
Um dos suspeitos foi identificado, mas ainda não foi encontrado
Reprodução/TV Jornal Interior

Veja na reportagem do "TV Jornal Manhã", da TV Jornal Interior:

Mais Lidas