menu

Vereador morto por PMs era irmão do líder de quadrilha que matou policial

"Nanaca" (PP), estava armado e efetuou disparos contra a polícia

Vereador Nanaca (PP) está entre os envolvidos mortos
Vereador Nanaca (PP) está entre os envolvidos mortos (Divulgação/Câmara de Betânia)

Um vereador do município de Betânia, no Sertão de Pernambuco, está entre os mortos de um confronto entre criminosos e a Polícia Militar em Barra de São Miguel, na Paraíba, na manhã desta terça-feira (2). A ação terminou com oito pessoas mortas, sendo seis homens e duas mulheres, que teriam participado do assalto e perseguição que deixou um soldado da Polícia Militar morto na cidade vizinha, Santa Cruz do Capibaribe.

De acordo com a Polícia Militar, o vereador Andson Berigue de Lima, 29 anos, conhecido como "Nanaca" (PP), estava armado e efetuou disparos contra a polícia. Ele foi eleito com 482 votos na cidade de 12 mil habitantes.

Ainda segundo a polícia, o vereador teria ido resgatar o irmão, conhecido como Galego de Lena, possível participante do assalto e do homicídio contra o policial. Galego de Lena seria o líder da quadrilha, que é formada ainda por um primo deles, conhecido como Edys de Gevan.

Estão ainda entre os oito suspeitos um homem conhecido como Wellington Cabeludo, também de Betânia, e uma mulher identificada como Jácia de Siba, que tinha um relacionamento com Galego de Lena. A SDS informou ainda que Wellington e Galego tinham mandados de prisão expedidos contra eles. O primeiro, por um assalto a uma lotérica na cidade de Carnaíba em 2018. O segundo, pelo sequestro de um funcionário do Bradesco em Custódia, também no ano passado.

Soldado André Silva, 32 anos, foi morto durante troca de tiros com criminosos em Santa Cruz do Capibaribe
Soldado André Silva, 32 anos, foi morto durante troca de tiros com criminosos em Santa Cruz do Capibaribe
Reprodução/NE10 Interior

Entenda o caso

Na tarde dessa segunda, quatro homens armados assaltaram uma casa lotérica e um mercado no bairro Dona Lica, em Santa Cruz do Capibaribe, e foram perseguidos por uma viatura da Polícia Militar. A viatura foi atingida por vários disparos. O soldado André José da Silva, 32 anos, que dirigia a viatura, foi ferido e não resistiu. O corpo dele está sendo velado na zona rural de Santa Maria do Cambucá.

Já o PM que estava no banco do passageiro, Moacir Pereira, 47, ficou ferido, mas conseguiu sair do veículo. Ele foi levado para a UPA de Santa Cruz do Capibaribe para receber atendimento e depois transferido para o Hospital Regional do Agreste (HRA). Os assaltantes fugiram. O carro deles foi encontrado abandonado em Barra de São Miguel, na Paraíba.