menu

Corpos de integrantes de quadrilha que matou PM são levados ao IML de Caruaru

Oito pessoas - seis homens e duas mulheres - foram mortas durante troca de tiros com a polícia na Paraíba

Corpos foram levados inicialmente para a UPA de Santa Cruz do Capibaribe
Corpos foram levados inicialmente para a UPA de Santa Cruz do Capibaribe (Reprodução/TV Jornal Interior)

Os corpos dos oito integrantes de uma quadrilha de roubo a bancos, mortos durante confronto com a Polícia Militar (PM) na Paraíba, foram levados para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru, em Pernambuco. Ainda não há previsão de liberação.

As oito pessoas - seis homens e duas mulheres - foram mortas durante troca de tiros com a polícia no limite entre os municípios paraibanos de Barra de São Miguel e Riacho de Santo Antônio. Inicialmente, os corpos tinham sido levados para a UPA de Santa Cruz do Capibaribe.

Os suspeitos teriam reagido à investida e foram baleados pelos policiais. Todos morreram. A quadrilha era procurada na região desde essa segunda-feira (1º), quando praticou um assalto contra uma casa lotérica e um mercado no bairro Dona Lica, em Santa Cruz do Capibaribe (PE).

Morte de policial

Na fuga, o grupo foi perseguido e trocou tiros com dois policiais militares que iniciaram uma perseguição. Na confusão, o soldado André José da Silva, 32 anos, e o sargento Moacir Pereira, 47, foram baleados. O primeiro não resistiu e faleceu. O corpo foi sepultado na tarde dessa terça no município de Santa Maria do Cambucá, no Agreste pernambucano.