menu

Jiboia é resgatada em aterro sanitário em Santa Cruz do Capibaribe

Animal tinha cerca de 2 metros de comprimento e pesava 22 kg

Animal tinha cerca de 2 metros de altura e pesava 22 kg
Animal tinha cerca de 2 metros de altura e pesava 22 kg (Arnaldo Vitorino)

Os moradores da região próxima ao aterro sanitário na cidade de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco, tomaram um susto nessa sexta-feira (5). Uma jiboia, com aproximadamente 2 metros de comprimento e 22 kg foi resgatada próximo ao local pela Gerência de Meio Ambiente do município. 

De acordo com o ambientalista Arnaldo Vitorino, da Organização Não Governamental (ONG) Bichos da Caatinga, o animal estava saudável e não apresentava riscos à população. "É um animal manso e não ataca pessoas a menos que seja provocada. Ela só se defende. Ela estava bem, sem machucados e bastante ativa", explicou.

A cobra, que segundo um criador de porcos da localidade, havia comido dois leitões, foi presa em um balde pelas pessoas que detectaram o sumiço dos animais. Após a chegada do resgate, a jiboia foi analisada e solta próxima à região da Serra do Pico.

O ambientalista Arnaldo Vitorino aponta que não se deve matar animais silvestres encontrados longe do habitat natural. "Muitas vezes esses animais estão assustados ou machucados. Não se deve matar para não gerar ainda mais desequilíbrio ambiental. O ideal é tentar imobilizar o animal e chamar os profissionais adequados", comenta.

Confira um vídeo da captura do animal

Jibóia é resgatada em aterro sanitário em Santa Cruz do Capibaribe

  • 05/07/2019 16:58
Os moradores da região próxima ao aterro sanitário na cidade de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco, tomaram um susto nessa sexta-feira (5). Uma jibóia, com aproximadamente 2 metros de altura e 22 kg foi resgatada próximo ao local pela Organização Não Governamental (ONG) Bichos da Caatinga. 28 segundos