Operação

Polícia continua a procura de nono integrante de quadrilha na Paraíba

Wellington Kleber Lima, conhecido como "Cabeludo", é o suspeito de ter dado o tiro fatal em policial

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 05/07/2019 às 8:51
NOTÍCIA
Reprodução/Redes sociais
FOTO: Reprodução/Redes sociais
Leitura:

Após receber informações de que o nono integrante da quadrilha de roubo a bancos cujos membros tiveram envolvimento na morte de um policial militar em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco, foi visto na Paraíba, a Polícia Militar iniciou uma operação pra procurá-lo.

De acordo com a corporação, Wellington Kleber Lima, 22 anos, conhecido como "Cabeludo", é o suspeito de ter dado o tiro fatal no soldado André Silva, 32 anos. Ele seria o único foragido da operação realizada pela PM, que resultou na morte de oito suspeitos de integrar a quadrilha.

O homem aparece em uma "selfie" compartilhada através das redes sociais, que teria sido tirada dentro do carro utilizado no assalto a um mercadinho e uma casa lotérica em Santa Cruz do Capibaribe.

Soldado André Silva, 32 anos, foi morto durante troca de tiros com criminosos em Santa Cruz do Capibaribe
Soldado André Silva, 32 anos, foi morto durante troca de tiros com criminosos em Santa Cruz do Capibaribe
Reprodução/NE10 Interior

Segundo o subcomandante do Comando de Policiamento Regional 1, coronel Cunha Rolim, o suspeito tem uma longa ficha criminal. "Nós fomos encarregados pelo comandante geral da Polícia Militar para acompanharmos e coordenarmos essas ações [de busca]", ressaltou.

Entenda o caso

Após o assalto a um mercadinho e uma casa lotérica, os suspeitos fugiram e foram perseguidos pela Polícia Militar. Houve troca de tiros e o soldado André Silva, 32 anos, foi atingido e morto. O sargento que estava com ele, Moacir Moreira, 47, está internado em estado grave no Hospital Regional do Agreste (HRA).

Na terça-feira (2), oito suspeitos de envolvimento em uma quadrilha de roubos bancos foram mortos durante confronto com a Polícia Militar na Paraíba. Três deles participaram da investida contra o mercadinho, a casa lotérica e o policial militar.

Mais Lidas