Assalto

PF divulga vídeo de assalto aos Correios de Riacho das Almas

Segundo a polícia, a ação durou cinco minutos e pelo menos dois suspeitos estão envolvidos no crime

Marília Pessoa
Marília Pessoa
Publicado em 12/07/2019 às 8:49
NOTÍCIA
Divulgação/Polícia Federal
FOTO: Divulgação/Polícia Federal
Leitura:

A Polícia Federal divulgou imagens de câmera de segurança sobre o assalto ocorrido na manhã dessa quinta-feira (11) na agência dos Correios de Riacho das Almas, no agreste de Pernambuco. De acordo com a polícia, a ação dos suspeitos durou cerca de cinco minutos e contou com a participação de pelo menos dois assaltantes ainda não identificados, armados com revólveres calibre 38.

A agência não tem porta detectora de metais. Durante a ação, um dos suspeitos entrou, se aproximou do vigilante e tomou a arma dele, enquanto o outro suspeito dava cobertura e observava a movimentação de entrada dos clientes. Ele não permitiu que ninguém saísse da agência até o término do assalto.

Segundo o chefe de comunicação da PF-PE, Giovani Santoro, a polícia não descarta a possibilidade de ter mais suspeitos envolvidos no crime: "Pelas imagens, a gente só consegue ver apenas dentro e pouca parte de fora (da agência). Então estamos trabalhando com a possibilidade de dois bandidos que estavam armados. Vamos ver outras imagens de circuito interno para ver se eles estavam acompanhados de um terceiro. Isso é algo que vai ser levantado no decorrer das investigações".

Confira imagens da ação dos criminosos:

Os suspeitos levaram R$ 800 de um cliente e uma quantia não informada que estava no guichê de atendimento. Após o assalto, os suspeitos saíram da agência e fugiram. A Polícia Militar foi chamada e chegou ao local pouco depois para fazer buscas para prender os suspeitos, mas ainda não conseguiu localizá-los.

A Polícia Federal também esteve no local para realizar a perícia para dar início às investigações. Foram ouvidas testemunhas. Qualquer informação que possa colaborar com a captura e identificação dos suspeitos pode ser compartilhada com a polícia através do disque denúncia: (81) 3719-4545. As investigações ficarão a cargo da Delegacia de Polícia Federal em Caruaru, no agreste de Pernambuco.

Mais Lidas