Festival de Inverno de Garanhuns

Abertura do FIG é marcada por espetáculo, homenagens e música

Shows no polo principal começam nesta sexta-feira (19)

Marília Pessoa
Marília Pessoa
Publicado em 19/07/2019 às 9:08
NOTÍCIA
Leo Caldas/Secult-PE
FOTO: Leo Caldas/Secult-PE
Leitura:

A 29ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns começou nessa quinta-feira (18). A noite foi marcada pela solenidade de abertura, homenagens, espetáculo teatral e muita música. Os shows no polo principal, Praça Mestre Dominguinhos, começam nesta sexta-feira (19).

A solenidade de abertura contou com a presença de autoridades e de Geralda Miranda, sobrinha do cantor e compositor paraibano Jackson do Pandeiro, o grande homenageado do evento. "A família inteira agradece muito. É um privilégio estar aqui conhecendo todos vocês. É realmente uma homenagem merecida", contou ela.

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, também esteve presente, destacou a beleza do evento e chamou as pessoas para prestigiarem o festival: "Nos traz alegria e felicidade momentos como esse. Garanhuns está de parabéns. Venham conhecer o FIG! Quem vem a Garanhuns nesse tempo não vai se arrepender porque o festival está muito bonito."

O prefeito de Garanhuns, Izaías Régis, falou sobre a preparação do evento: "Nós nos preparamos para receber todos aqui. Fizemos a parceria com a Secretaria de Cultura do estado, com a Fundarpe e nós estamos satisfeitos".

O espetáculo "O Som e a Sílaba" foi um dos momentos mais esperados da abertura. A peça, escrita por Miguel Falabela e encenada pelas atrizes Alessandra Maestrini e Mirna Rubi, conta a história de Sarah Leighton, uma jovem com autismo que tem dons específicos para a música e a relação dela com a professora de canto Leonor Delis. O teatro ficou lotado em duas sessões.

A obra do pernambucano Luiz Vieira, que fez sucesso pelo país nos anos 50 e 60, também foi homenageada no festival. O evento promoveu um tributo ao artista na catedral de Santo Antônio com apresentações de Claudete Soares, Eliana Pitman, Márcio Gomes e Altemar Dutra Júnior. "É muita honra participar do FIG pela primeira vez e é uma honra estar ao lado de grandes cantores enaltecendo essa obra maravilhosa de um grande artista", contou Altemar Dutra Júnior.

O advogado Antônio Roberto aproveitou a noite para curtir de perto a homenagem e aprovou os tributos: "Realmente é um grande festival. E estamos na catedral, neste tributo a Luiz Vieira, um grande nordestino que eu admiro muito".

Mais Lidas